Procuradores querem impedir Kuczynski de deixar o país após renúncia

© REUTERS / Charles PlatiauEl presidente de Perú, Pedro Pablo Kuczynski
El presidente de Perú, Pedro Pablo Kuczynski - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Procuradores anticorrupção do Peru fizeram pedido a um juiz para que impeça o presidente Pedro Pablo Kuczynski de deixar o país após anunciar sua renúncia nesta quarta-feira (21) em meio a denúncias de suposta compra de votos no Congresso.

O presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, entra à Catedral de Lima junto com um oficial militar durante ato em homenagem ao Dia da Independência em 28 de julho de 2017 - Sputnik Brasil
Congresso do Peru dará início ao processo de renúncia do presidente Kuczynski
O Força Popular, partido de oposição que controla o Congresso, tentou tirar Kuczynski do cargo em dezembro depois de ser revelado que ele omitiu os pagamentos feitos pela empreiteira brasileira Odebrecht à consultoria de Kuczynski, sediada na Flórida.

O Congresso do Peru tinha previsto debater sua destituição nesta quinta-feira, antes do anúncio da renúncia. Ele tem direito à imunidade presidencial contra processos até o Congresso aceitar formalmente sua renúncia e o vice-presidente, Martín Vizcarra, ser empossado em seu lugar.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала