Rússia denuncia uso de gás cloro em Ghouta Oriental pela Frente al-Nusra

© REUTERS / Bassam KhabiehFumaça em Ghouta Oriental (foto de arquivo)
Fumaça em Ghouta Oriental (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O embaixador da Rússia na ONU, Vasily Nebenzya, declarou durante uma reunião do Conselho de Segurança da ONU nesta segunda-feira (12) que o grupo terrorista da Frente al-Nusra usou gás de cloro na região síria de Ghouta Oriental em 5 de março.

Fumaça provocada por ataques na região de Ghouta Oriental, nos arredores de Damasco (arquivo) - Sputnik Brasil
Ministério da Defesa russo: militantes começam confrontação aberta em Ghouta Oriental
"Nós e a parte síria temos nossos receios de que o que está sendo preparado é uma provocação para culpar as autoridades sírias de ataques químicos. De acordo com os dados que temos, a Frente al-Nusra usou cloro em Ghouta Oriental em 5 de março", disse Nebenzya.

O Conselho de Segurança da ONU discutiu nesta segunda-feira a implementação da resolução 2401 sobre o regime de cessar-fogo e o acesso de ajuda humanitária na Síria.

O enviado russo da ONU também criticou a declaração da representante norte-americana, que acusou o governo sírio de realizar ataques químicos na cidade de Khan Sheikhun. De acordo com ele, Damasco "tem todo o direito de tentar remover a ameaça à segurança de seus cidadãos", referindo-se aos terroristas que se entrincheiraram em Ghouta Oriental.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала