Derrotada nas eleições, Marine Le Pen agora quer mudar o nome da Frente Nacional

© AFP 2022 / Charly TriballeauMarine Le Pen, candidata presidencial francesa
Marine Le Pen, candidata presidencial francesa - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A líder populista e ex-candidata à presidência da França, Marine Le Pen, propôs mudar o nome do partido Frente Nacional, para Rassemblement National (Rali Nacional). O movimento é parte de um pacote de ações para renovar a sigla e tentar apagar um passado matizado de racismo.

A proposta aconteceu durante a conclusão do discurso de Le Pen no congresso partidário em Lille, no norte da França.

Marine Le Pen fala a jornalistas enquanto visita a 55ª Feira Internacional de Agricultura (Salon de l'Agriculture) no centro de exposições Porte de Versailles. - Sputnik Brasil
Acusada de propagar terrorismo, Marine Le Pen se defende: 'Mereço uma medalha'
A Frente Nacional foi co-fundada em 1972 pelo pai de Marine, Jean-Marie Le Pen. Ele é considerado um entusiasta do fechamento da França a imigrantes, da pena de morte e, no passado, foi acusado de defender políticas racistas no país.

Le Pen disse que o nome do partido está ligado a um passado "glorioso", mas que está associado a uma "barreira psicológica" que afasta membros e potenciais eleitores. Ela anunciou que a intenção é apresentar união dos "nacionalistas" frente "aos mundialistas" da Europa durante as eleições em 2019.

O nome ainda precisa ser aprovado antes de passar a valer.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала