Nas relações com Coreia do Norte, norte-americanos seguem 'lógica de cowboys'

© REUTERS / KCNALançamento de míssil balístico da Coreia do Norte
Lançamento de míssil balístico da Coreia do Norte - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Coreia do Norte demonstrou sua força, por isso os EUA decidiram iniciar o diálogo, o que encaixa na sua mentalidade de cowboys, que respeitam os fortes e desprezam os fracos, disse à Sputnik o membro do Comitê Internacional da Duma de Estado, Anton Morozov, que antes tinha visitado este país asiático.

Líder norte-coreano, Kim Jong-un (segundo da direita), em um lugar não revelado na Coreia do Norte - Sputnik Brasil
Será que Coreia do Norte concordará em abandonar seu programa nuclear?
Mais cedo, o conselheiro de Segurança Nacional da Coreia do Sul, Chung Eui-yong, comunicou que o presidente dos EUA, Donald Trump, concordou em se reunir com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, até maio.

"Em princípio, isto encaixa na mentalidade norte-americana. Eles atuam conforme os princípios dos cowboys, ou seja, respeitam os fortes e desprezam os fracos. Já que a Coreia do Norte conseguiu demonstrar que possui armas capazes de atingir os EUA, consequentemente ela mostrou força, e os americanos sempre procuram consenso com os fortes", observou o deputado.

"Queremos muito ter esperança que este diálogo se realize", adiantou.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала