Pentágono: é prematuro falar sobre envio de armas dos EUA à Ucrânia

© AP Photo / Simon WalkerMilitares norte-americanos lançam um míssil Javelin durante uma batalha com as tropas iraquianas em 2003 (foto de arquivo)
Militares norte-americanos lançam um míssil Javelin durante uma batalha com as tropas iraquianas em 2003 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Departamento de Defesa norte-americano acha que as declarações do presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, sobre os fornecimentos de armas à Ucrânia nas próximas semanas são prematuras.

Soldados ucranianos disparam lança-granadas durante os confrontos com separatistas pró-russos na região de Donetsk - Sputnik Brasil
Washington agradece à Ucrânia por coragem perante 'agressão russa'
"Quanto aos fornecimentos de armas é ainda cedo para falar quando serão efetuados", disse em entrevista à Sputnik um representante da assessoria de imprensa do Pentágono.

Na quarta-feira (28), em coletiva de imprensa o presidente ucraniano afirmou que a primeira remessa de armas norte-americanas de defesa iria chegar à Ucrânia já daqui há algumas semanas. De acordo com ele, neste ano se espera uma série de fornecimentos.

A autorização de venda de armas à Ucrânia foi dada pela Casa Branca nos finais de 2017. Em particular, pode se tratar dos complexos antitanque Javelin e de fuzis sniper. Antes, Kiev anunciara várias vezes o envio de remessas de armas norte-americanas.

A Rússia está contra tais ações por receio de um possível agravamento do conflito em Donbass.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала