Conheça 7 inventos soviéticos que estavam à frente do seu tempo

Nos siga noTelegram
Designers soviéticos trabalharam em vários projetos capazes de lhes oferecer a vantagem na concorrência com os últimos avanços ocidentais em inovação. De fato, para esse objetivo em 1962, em Moscou, foi inaugurado o Instituto Científico de Pesquisa e Desenho Industrial.

A Sputnik lhe oferece uma seleção das ideias que estavam à frente de seu tempo durante a URSS.

© Foto / Fornecido pelo Museu de Design de MoscouEste táxi era compacto, fácil de dirigir e espaçoso. O porta-malas ficava na parte traseira. Uma divisória separava o assento do condutor e os bancos de trás. A porta do passageiro era deslizante e se ativava eletronicamente. Apenas duas unidades deste veículo foram fabricadas, uma delas chegou a funcionar nas ruas de Moscou. Entretanto, o carro nunca foi produzido em série.
Este táxi era compacto, fácil de dirigir e espaçoso. O porta-malas ficava na parte traseira. Uma divisória separava o assento do condutor e os bancos de trás. A porta do passageiro era deslizante e se ativava eletronicamente. Apenas duas unidades deste veículo foram fabricadas, uma delas chegou a funcionar nas ruas de Moscou. Entretanto, o carro nunca foi produzido em série - Sputnik Brasil
1/8
Este táxi era compacto, fácil de dirigir e espaçoso. O porta-malas ficava na parte traseira. Uma divisória separava o assento do condutor e os bancos de trás. A porta do passageiro era deslizante e se ativava eletronicamente. Apenas duas unidades deste veículo foram fabricadas, uma delas chegou a funcionar nas ruas de Moscou. Entretanto, o carro nunca foi produzido em série.
© Foto / Fornecido pelo Museu de Design de MoscouVeículo para bombeiros ZIL Sid foi o resultado de um projeto conjunto entre a França e a União Soviética. Os primeiros carros participaram de numerosas exposições, e até prestaram serviço nas instalações esportivas dos Jogos Olímpicos de Moscou em 1980. Porém, a produção do veículo era muito cara, e este nunca chegou a ser produzido em série.
Veículo para bombeiros ZIL Sid foi o resultado de um projeto conjunto entre a França e a União Soviética. Os primeiros carros participaram de numerosas exposições, e até prestaram serviço nas instalações esportivas dos Jogos Olímpicos de Moscou em 1980. Porém, a produção do veículo era muito cara, e este nunca chegou a ser produzido em série - Sputnik Brasil
2/8
Veículo para bombeiros ZIL Sid foi o resultado de um projeto conjunto entre a França e a União Soviética. Os primeiros carros participaram de numerosas exposições, e até prestaram serviço nas instalações esportivas dos Jogos Olímpicos de Moscou em 1980. Porém, a produção do veículo era muito cara, e este nunca chegou a ser produzido em série.
© Foto / Fornecido pelo Museu de Design de MoscouBonde elétrico de alta velocidade Ural 6, era capaz de alcançar 80 km/h e transportar até 200 passageiros por itinerários urbanos, suburbanos e até entre cidades. Os sistemas de aquecimento e ventilação permitiram que o veículo funcionasse a uma altitude de 1.200 metros acima do nível do mar e com temperaturas na faixa entre +40 e -40 graus Celsius. Entretanto, o Ural 6 teve pouco êxito.
Bonde elétrico de alta velocidade Ural 6, era capaz de alcançar 80 km/h e transportar até 200 passageiros por itinerários urbanos, suburbanos e até entre cidades. Os sistemas de aquecimento e ventilação permitiram que o veículo funcionasse a uma altitude de 1.200 metros acima do nível do mar e com temperaturas na faixa entre +40 e -40 graus Celsius. Entretanto, o Ural 6 teve pouco êxito - Sputnik Brasil
3/8
Bonde elétrico de alta velocidade Ural 6, era capaz de alcançar 80 km/h e transportar até 200 passageiros por itinerários urbanos, suburbanos e até entre cidades. Os sistemas de aquecimento e ventilação permitiram que o veículo funcionasse a uma altitude de 1.200 metros acima do nível do mar e com temperaturas na faixa entre +40 e -40 graus Celsius. Entretanto, o Ural 6 teve pouco êxito.
© Foto / Fornecido pelo Museu de Design de MoscouEste táxi era compacto, fácil de dirigir e espaçoso. O porta-malas ficava na parte traseira. Uma divisória separava o assento do condutor e os bancos de trás. A porta do passageiro era deslizante e se ativava eletronicamente. Apenas duas unidades deste veículo foram fabricadas, uma delas chegou a funcionar nas ruas de Moscou. Entretanto, o carro nunca foi produzido em série.
Este táxi era compacto, fácil de dirigir e espaçoso. O porta-malas ficava na parte traseira. Uma divisória separava o assento do condutor e os bancos de trás. A porta do passageiro era deslizante e se ativava eletronicamente. Apenas duas unidades deste veículo foram fabricadas, uma delas chegou a funcionar nas ruas de Moscou. Entretanto, o carro nunca foi produzido em série - Sputnik Brasil
4/8
Este táxi era compacto, fácil de dirigir e espaçoso. O porta-malas ficava na parte traseira. Uma divisória separava o assento do condutor e os bancos de trás. A porta do passageiro era deslizante e se ativava eletronicamente. Apenas duas unidades deste veículo foram fabricadas, uma delas chegou a funcionar nas ruas de Moscou. Entretanto, o carro nunca foi produzido em série.
© Foto / Fornecido pelo Museu de Design de MoscouEsta moto de neve se chamava de 1980 E. No final da década de 70, os designers do Instituto Científico de Pesquisa e Desenho Industrial foram os primeiros do mundo a criarem uma moto com cabine fechada, o que fazia com que fosse mais cômoda e aerodinâmica e resolvia o problema de insonorizarão. Esperava-se que a 1980 E se transformasse no primeiro meio de transporte de inverno que fosse realmente cômodo, mas o projeto foi suspendido.
Esta moto de neve se chamava de 1980 E. No final da década de 70, os designers do Instituto Científico de Pesquisa e Desenho Industrial foram os primeiros do mundo a criarem uma moto com cabine fechada, o que fazia com que fosse mais cômoda e aerodinâmica e resolvia o problema de insonorizarão. Esperava-se que a 1980 E se transformasse no primeiro meio de transporte de inverno que fosse realmente cômodo, mas o projeto foi suspendido - Sputnik Brasil
5/8
Esta moto de neve se chamava de 1980 E. No final da década de 70, os designers do Instituto Científico de Pesquisa e Desenho Industrial foram os primeiros do mundo a criarem uma moto com cabine fechada, o que fazia com que fosse mais cômoda e aerodinâmica e resolvia o problema de insonorizarão. Esperava-se que a 1980 E se transformasse no primeiro meio de transporte de inverno que fosse realmente cômodo, mas o projeto foi suspendido.
© Foto / Fornecido pelo Museu de Design de MoscouHoje em dia, o sistema de comunicação multifuncional Sphinx se chamaria simplesmente de "casa inteligente". Os sistemas eletrônicos parecidos com o Sphinx deveriam ter sido introduzidos nas primeiras moradias desde a década de 2000. O Sphinx se diferenciava em três partes: pulseiras e relógios, parecidos aos atuais relógios inteligentes; dispositivos destinados a ocupar lugar em apartamentos, e dispositivos instalados nos meios de transportes. O projeto, que parece esteticamente com os produtos da Apple, não passou do protótipo.
Hoje em dia, o sistema de comunicação multifuncional Sphinx se chamaria simplesmente de casa inteligente. Os sistemas eletrônicos parecidos com o Sphinx deveriam ter sido introduzidos nas primeiras moradias desde a década de 2000. O Sphinx se diferenciava em três partes: pulseiras e relógios, parecidos aos atuais relógios inteligentes; dispositivos destinados a ocupar lugar em apartamentos, e dispositivos instalados nos meios de transportes. O projeto, que parece esteticamente com os produtos da Apple, não passou do protótipo - Sputnik Brasil
6/8
Hoje em dia, o sistema de comunicação multifuncional Sphinx se chamaria simplesmente de "casa inteligente". Os sistemas eletrônicos parecidos com o Sphinx deveriam ter sido introduzidos nas primeiras moradias desde a década de 2000. O Sphinx se diferenciava em três partes: pulseiras e relógios, parecidos aos atuais relógios inteligentes; dispositivos destinados a ocupar lugar em apartamentos, e dispositivos instalados nos meios de transportes. O projeto, que parece esteticamente com os produtos da Apple, não passou do protótipo.
© Foto / Fornecido pelo Museu de Design de MoscouUm grupo de designers soviéticos tentou organizar de outra forma a mobília pública e lhe dar novos ares. Cinco módulos foram adaptados a diferentes estruturas, como quiosques e fontes de água, passando por bancos e caixas de areia para crianças. Foram utilizados materiais econômicos à prova de vandalismo e feitos de materiais reciclados.
Um grupo de designers soviéticos tentou organizar de outra forma a mobília pública e lhe dar novos ares. Cinco módulos foram adaptados a diferentes estruturas, como quiosques e fontes de água, passando por bancos e caixas de areia para crianças. Foram utilizados materiais econômicos à prova de vandalismo e feitos de materiais reciclados - Sputnik Brasil
7/8
Um grupo de designers soviéticos tentou organizar de outra forma a mobília pública e lhe dar novos ares. Cinco módulos foram adaptados a diferentes estruturas, como quiosques e fontes de água, passando por bancos e caixas de areia para crianças. Foram utilizados materiais econômicos à prova de vandalismo e feitos de materiais reciclados.
© Foto / Fornecido pelo Museu de Design de MoscouEste projeto de vagão de metrô se chamava Linha de Prata. Durante anos, todos os vagões do metrô de Moscou foram iguais. Os autores do projeto propuseram, então, quatro tipos. O plano era, por exemplo, destinar uma parte do vagão a malas. Também foi projetado um vagão somente com assentos e outro cujas portas podiam se abrir simultaneamente de ambos os lados.
Este projeto de vagão de metrô se chamava Linha de Prata. Durante anos, todos os vagões do metrô de Moscou foram iguais. Os autores do projeto propuseram, então, quatro tipos. O plano era, por exemplo, destinar uma parte do vagão a malas. Também foi projetado um vagão somente com assentos e outro cujas portas podiam se abrir simultaneamente de ambos os lados - Sputnik Brasil
8/8
Este projeto de vagão de metrô se chamava Linha de Prata. Durante anos, todos os vagões do metrô de Moscou foram iguais. Os autores do projeto propuseram, então, quatro tipos. O plano era, por exemplo, destinar uma parte do vagão a malas. Também foi projetado um vagão somente com assentos e outro cujas portas podiam se abrir simultaneamente de ambos os lados.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала