Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Plataforma russa ajudou Venezuela a lançar a criptomoeda Petro

© REUTERS / Marco BelloThe new Venezuelan cryptocurrency "Petro" logo is seen during its launching in Caracas, Venezuela February 20, 2018
The new Venezuelan cryptocurrency Petro logo is seen during its launching in Caracas, Venezuela February 20, 2018 - Sputnik Brasil
Nos siga no
Startup russa foi responsável por criar o ecossistema de transações do Petro, a criptomoeda lançada por Nicolás Maduro com lastro em barril de petróleo.

Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, durante o lançamento do petro - Sputnik Brasil
1 em 2.000: por que petro venezuelano é um criptoativo diferente dos demais?
A plataforma russa Zeus ajudou a Venezuela a configurar a criptografia do Petro, de acordo com o presidente da empresa "Osnova", Aleksandr Ruchyev.

"Uma das nossas empresas em fase de arranque, a Zeus, ajudou [a Venezuela] a emitir uma criptomoeda nacional. O lançamento da moeda criptográfica significa a criação de uma bolsa de valores, um ecossistema. Ela ajudou a criar este ecossistema", disse Ruchyev a jornalistas.

A plataforma de troca on-line, Zeus, possibilita a compra e venda de ações das maiores empresas do mundo para moeda criptográfica. A Zeus está conectado às trocas dos EUA sob contrato com uma corretora. O projeto foi selecionado na plataforma Smart Valley e recebeu um acordo de investimento para desenvolvimento da empresa "Osnova".

Petro em alta procura

Logo da nova moeda virtual venezuelana, petro, apresentado no Ministério da Juventude e Esporte, 23 de fevereiro de 2018 - Sputnik Brasil
Rússia considera uso de nova criptomoeda venezuelana
O presidente venezuelano Nicolás Maduro disse que o interesse dos investidores estrangeiros em transações com a Petro já ultrapassou US$ 1 bilhão. Colômbia, Brasil, Japão, China e Espanha são alguns dos países nos quais já há registros de intenção de compra. Isso fez da Venezuela o primeiro país com uma criptografia lastreada por reservas de petróleo.

O governo pretende atrair investidores estrangeiros de países como Polônia, Dinamarca e Noruega, além de contornar as sanções dos EUA e da UE, de acordo com o ministro do Comércio Exterior e Investimento Internacional da Venezuela, José Vielma Mora.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала