Pyongyang qualifica novas sanções de Washington como ato de guerra

© Sputnik / Ilia Pitalev / Abrir o banco de imagensUm grupo de lançadores múltiplos de foguetes M-1985 do Exército Popular da Coreia é visto durante desfile militar em Pyongyang (foto de arquivo)
Um grupo de lançadores múltiplos de foguetes M-1985 do Exército Popular da Coreia é visto durante desfile militar em Pyongyang (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Coreia do Norte vai considerar qualquer bloqueio ao país por parte dos EUA como um ato de guerra, informou a Agência Telegráfica Central da Coreia (KCNA) com referência a um representante da chancelaria norte-coreana.

"Consideraremos qualquer tipo de bloqueio contra nós como um ato de guerra", declarou o diplomata norte-coreano, citado pela KCNA.

A bandeira da China - Sputnik Brasil
China condena novas sanções unilaterais dos EUA contra Coreia do Norte
"Caso as ações imprudentes dos EUA levem a península da Coreia à beira de uma guerra mais uma vez", serão os EUA os responsáveis pela catástrofe, lê-se no comunicado.

Anteriormente, o presidente dos EUA, Donald Trump, declarou que se as sanções contra a Coreia do Norte não derem resultados, os EUA passarão para a "segunda fase", que "poderá ser muito dura e muito triste para todo o mundo".

Em 23 de fevereiro, os EUA adotaram um novo pacote de sanções contra a Coreia do Norte, para continuar cortando as fontes de recursos e de combustível para o programa nuclear e de mísseis do país. As sanções dizem respeito a uma pessoa física, 28 navios e 27 empresas de transporte marítimo, incluindo 16 companhias de navegação norte-coreanas e várias entidades chinesas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала