Filipinos protestam contra assassinatos de usuários de drogas promovidos pelo governo

© REUTERS / Romeo RanocoCampanha Pela Vida protesta contra assassinato de usuários de droga e a reintrodução da pena capital nas Filipinas.
Campanha Pela Vida protesta contra assassinato de usuários de droga e a reintrodução da pena capital nas Filipinas. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Mais de 2.000 pessoas, incluindo padres católicos, reuniram-se na capital filipina Manila para protestar contra as políticas governamentais, sobretudo os assassinatos durante a chamada guerra contra as drogas lançada pelo presidente do país, Rodrigo Duterte.

A "Walk for Life" (Caminhada Pela Vida) reuniu sacerdotes, freiras e estudantes criticando as políticas do governo, incluindo a lei que permite os divórcios e a volta da pena capital no país, informou a CNN Filipinas.

Os manifestantes traziam bandeiras e cartazes, dizendo "Pare as matanças", "Proteger e defender a santidade da vida e do casamento" e "Fim da Impunidade".

A campanha antidrogas foi lançada por Duterte em junho de 2016. Desde então, milhares de usuários de drogas e comerciantes foram mortos por oficiais da polícia nacional filipina ou por homens armados desconhecidos. A campanha foi fortemente criticada pela comunidade internacional e por grupos de direitos humanos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала