Associação Inglesa de Futebol pode punir Pep Guardiola por símbolo de apoio à Catalunha

Nos siga noTelegram
A Associação Inglesa de Futebol (FA) abriu um procedimento disciplinar contra o ex-jogador espanhol Pep Guardiola, atual técnico do Manchester City, pelo uso de um símbolo político de apoio à Catalunha durante partidas oficiais do clube inglês.

Cartão vermelho para quem apoiar Catalunha! - Sputnik Brasil
Cartão vermelho para quem apoiar Catalunha!
Guardiola, que é natural de Santpedor, na Catalunha, tem utilizado, desde o final do ano passado, um pequeno laço amarelo em suas camisas em sinal de apoio à autonomia catalã em relação à Espanha. De acordo com a FA, esse tipo de manifestação fere o regulamento do futebol na Inglaterra, e, em razão disso, ele deverá apresentar uma explicação diante das autoridades desportivas do país, até o dia 5 de março.

Em meados de 2017, Guardiola leu um manifesto exaltando o direito do povo catalão de realizar o seu polêmico referendo de independência, duramente reprimido pelas autoridades de Madri. Por esse motivo, ele foi incluído, junto com outras figuras de destaque da região, em uma lista de responsáveis pelo movimento separatista. 

Em dezembro, o treinador deu declarações explicando que havia adotado o laço para demonstrar sua indignação diante das detenções "injustas" de políticos catalães por ordem do governo espanhol, e que, se a FA quisesse, poderia suspendê-lo por isso.

Carles Puigdemont, líder catalão, durante um evento memorial junto ao túmulo do ex-presidente da Generalitat, Lluís Companys em Barcelona (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Ex-líder catalão classifica independentistas presos como 'reféns' de Madri

De acordo com a mídia espanhola, o avião particular de Guardiola foi alvo de uma operação da polícia da Espanha, na última semana, durante uma visita dele a Barcelona. O motivo seria uma busca pelo líder catalão exilado Carles Puigdemont, que os agentes acreditavam poder estar na aeronave.

Atualmente, seguem detidos na Espanha o ex-vice-presidente do governo regional Oriol Junqueras e os ativistas pró-independência Jordi Sànchez e Jordi Cuixart, acusados de rebelião e tentativa de secessão.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала