EUA avisam Iraque contra consequências de comprar sistemas S-400 à Rússia

© Sputnik / Anton Denisov / Abrir o banco de imagensOs sistemas de mísseis S-400
Os sistemas de mísseis S-400 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Ao comentar um possível acordo entre o Iraque e a Rússia sobre a compra do sistema de mísseis antiaéreos S-400, a representante oficial do Departamento de Estado dos EUA, Heather Nauert, avisou Bagdá e outros países contra as possíveis consequências de tal decisão.

O S-400 Triumph, de fato, desfruta de um leque muito mais vasto de caraterísticas, sendo o único sistema deste tipo capaz de escolher trabalhar com 4 mísseis diferentes - Sputnik Brasil
Pior pesadelo: militares americanos treinam para combater durante inverno russo
Ela tinha em vista a recente Lei de Contenção de Adversários da América Através de Sanções (CAATSA na sigla em inglês).

Antes, o chefe do Comitê do Conselho da Federação para a Defesa e Segurança, Viktor Bondarev, disse em entrevista à Sputnik que a Síria, o Iraque, o Sudão e o Egito são possíveis compradores do sistema russo S-400. Por sua vez, o embaixador da Rússia em Bagdá, Maksim Maksimov, declarou que a parte iraniana pode enviar pedidos de compra de armas de produção russa, entre as quais estarão, possivelmente, os S-400.

Segundo frisou Nauert, os EUA estão falando com países por todo o mundo, incluindo o Iraque, sobre o CAATSA e "sobre uma possível reação" às compras de armas russas. "Esclarecemos muitos países com quem trabalhamos. Não sei se este acordo de que falam já está assinado ou não", acrescentou Nauert.

Complexo de sistema S-400 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Opinião: Rússia lucra com venda de armas apesar de sanções estadunidenses
Além disso, Heather Nauert sublinhou anteriormente que, nas avaliações de Washington, as sanções antirrussas no âmbito do CAATSA fizeram com que a indústria militar russa perdesse três bilhões de dólares (quase 10 bilhões de reais). No entanto, Viktor Bondarev opina que estes números são inventados, sem base real.

O cumprimento da CAATSA começou em 29 de janeiro de 2018. A lei fora assinada em agosto de 2017 pelo presidente dos EUA, Donald Trump e é dirigida contra a Rússia, o Irã e a Coreia do Norte. O Departamento de Estado norte-americano declarou que o documento será um fator de contenção para as empresas e pessoas físicas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала