Venezuela lança moeda virtual garantida por petróleo em meio a sanções dos EUA

© REUTERS / Marco BelloLogotipo da criptomoeda venezuelana, petro
Logotipo da criptomoeda venezuelana, petro - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Venezuela lançou sua própria moeda virtual petro, que é garantida pelas reservas de petróleo, anunciou o líder do país sul-americano.

Conforme comunicou o presidente do país Nicolás Maduro em sua conta no Twitter, a estreia da moeda ocorreu à meia-noite (1h do mesmo dia em Brasília).

"Atenção! Em poucos minutos lançaremos no mundo nossa criptomoeda venezuelana, petro, que fortalecerá nossa economia", declarou Maduro.

​Pela primeira vez, o chefe do governo declarou a intenção de criar a moeda virtual nacional em dezembro do ano passado. Segundo ele, a utilização deste meio de pagamento ajudará a superar o bloqueio financeiro do país. Por sua vez, o Ministério das Finanças do país, frisou que a criptomoeda é necessária para realizar transações, bem como para procurar novas opções financeiras. 

Nicolás Maduro, presidente da Venezuela - Sputnik Brasil
Como a ONU continua ajudando a Venezuela a crescer apesar de todas as sanções
O país alocou cinco milhões de barris de petróleo a fim de garantir sua criptomoeda. O valor inicial de um petro corresponde a US$ 60 (R$ 194). No total, durante as negociações serão vendidos 38,4 milhões de unidades da nova criptomoeda, comunicaram as autoridades do país. 

Nos últimos anos, os EUA introduziram sanções contra quase 50 venezuelanos de alto escalão por alegadamente minarem a democracia, segundo o Departamento do Estado dos EUA. 

Em 4 de fevereiro, o secretário do Estado, Rex Tillerson, afirmou que Washington continuará pressionando a Venezuela para fazer o país sul-americano "voltar ao processo constitucional".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала