Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

UE ameaça retaliar se Estados Unidos subirem tarifas de importação a empresas europeias

© Sputnik / Aleksandr Kondratuk / Abrir o banco de imagensOperário em fundição de aço (Arquivo)
Operário em fundição de aço (Arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga no
Os Estados Unidos e a União Europeia podem entrar em desacordo com a proposta do secretário de Comércio, Wilbur Ross de introduzir tarifas e cotas para importações de aço e alumínio. A Comissão Europeia sinalizou que poderia retaliar se as indústrias da UE forem afetadas.

Bandeiras da União Europeia refletidas na entrada do Edifício Berlaymont, sede da Comissão Europeia, em Bruxelas - Sputnik Brasil
UE ameaça buscar outros parceiros comerciais se EUA insistirem em protecionismo
Embora os Estados Unidos e a União Europeia não estejam em estado de guerra comercial, a UE está pronta para tomar medidas de retaliação se as ações de Washington ameaçar as exportações dos países europeus, disse a porta-voz da Comissão Europeia, Margaritis Schinas em uma coletiva de imprensa na terça-feira.

"Estamos prontos para reagir rápida e adequadamente no caso de nossas exportações serem afetadas por quaisquer medidas restritivas dos Estados Unidos", afirmou.

Protecionismo?

Anteriormente, o Departamento de Comércio dos EUA propôs a introdução de uma tarifa de "pelo menos 53% em todas as importações de aço de 12 países (Brasil, China, Costa Rica, Egito, Índia, Malásia, República da Coreia, Rússia, África do Sul, Tailândia, Turquia e Vietnã)". Outra opção prevê a imposição de "uma tarifa global de pelo menos 24% em todas as importações de aço de todos os países".

Para o ministro Henrique Meirelles as mudanças que estão sendo negociadas com o Congresso devem garantir a eficiência e o equilíbrio fiscal do país - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Nos EUA, Henrique Meirelles critica protecionismo de países desenvolvidos
O governo Trump está considerando impor restrições comerciais para frustrar o que a Casa Branca considera como "práticas de dumping" que atingiram os produtores nacionais norte-americanos. O presidente dos EUA deve tomar uma decisão até 11 de abril.

"Nós deixamos claro para a administração dos EUA no mais alto nível que estamos profundamente preocupados com as medidas que afetam a indústria da UE", destacou Schinas.

O bloco europeu avalia impor próprias tarifas sobre as importações de motocicletas Harley-Davidson, produtos agrícolas e whisky dos EUA.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала