'Declarações sobre presença do exército sírio em Afrin são propaganda'

© AP Photo / Hussein MallaCombatente árabe com Forças Democráticas Sírias apoiadas pelos EUA olhando no binóculo em Raqqa, noroeste da Síria
Combatente árabe com Forças Democráticas Sírias apoiadas pelos EUA olhando no binóculo em Raqqa, noroeste da Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O porta-voz do presidente turco, Ibrahim Kalin, afirmou que as declarações sobre a entrada das tropas governamentais sírias em Afrin são "propaganda negra".

Rebeldes sírios apoiados pela Turquia no norte de Azaz, Síria - Sputnik Brasil
Qual é risco de confrontos entre exércitos turco e sírio em Afrin?
Antes, algumas mídias comunicaram que, na sequência de um acordo entre o exército sírio e as Unidades de Proteção Popular curdas (YPG), as tropas governamentais iriam ocupar uma série de posições na fronteira com a Turquia e na própria cidade de Afrin nos dois dias seguintes. A agência de notícias SANA comunicou ontem, segunda-feira (19), que os combatentes das Forças Democráticas da Síria poderiam entrar em Afrin nas próximas horas.

O vice-premiê turco, Bekir Bozdag, disse que a Turquia por enquanto não tem confirmações oficiais de que as forças governamentais sírias possam entrar em Afrin. Estes dados, de acordo com Ancara, não correspondem à realidade.

"É perfeitamente claro que as informações sobre o acordo entre o regime e as YPG são propaganda negra. Contudo, isso não significa que lá não se faça uma negociação secreta e suja", citou na terça-feira (20) o jornal Hurriyet o porta-voz do presidente turco Recep Tayyip Erdogan.

Ele acrescentou que a operação Ramo de Oliveira vai continuar.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала