Japão detecta possível entrega do petróleo a navio norte-coreano

© AFP 2022 / JAPAN POOLAvião de patrulha P-3C da Força de Autodefesa Marítima do Japão voando na área do mar da China Oriental
Avião de patrulha P-3C da Força de Autodefesa Marítima do Japão voando na área do mar da China Oriental - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um avião japonês de patrulha marítima detectou novamente no mar da China Oriental um suposto fornecimento de petróleo a um navio norte-coreano em violação das sanções internacionais, informou o Ministério das Relações Exteriores do Japão.

Petroleiro iraniano Sanchi em chamas, janeiro de 2018 - Sputnik Brasil
Japão pode enfrentar catástrofe ambiental após explosão de petroleiro (FOTOS)
Segundo o comunicado, o serviço de patrulha fotografou dois petroleiros, um dos quais pertence à Coreia do Norte, no mar da China Oriental, a 250 quilômetros a leste de Xangai. Os dois navios estavam lado a lado, como acontece durante a entrega de carga ou petróleo no mar alto.

Além disso, os funcionários do serviço japonês detectaram que em ambos os petroleiros se estavam efetuando trabalhos, o que confirma as suspeitas sobre a transferência de cargas desafiando as sanções da ONU.

"Na madrugada de 13 de fevereiro, o avião de patrulha da primeira unidade do serviço de segurança no mar Р-3С detectou a aproximação do petroleiro norte-coreano Rye Song Gang-1 e do navio Wan Heng-11, que navega sob a bandeira de Belize, a leste de Xangai, no mar da China Oriental. Levando em contra que os dois navios se aproximaram de madrugada e neles estava ligada a luz, há a possibilidade de lá se estarem efetuando alguns trabalhos. O governo, considerando todas as circunstâncias, tem base para suspeitar que um dos navios entregou a carga ao outro, o que viola as sanções da ONU", diz-se no documento.

O Ministério das Relações Exteriores do Japão informou o Conselho de Segurança da ONU sobre o incidente.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала