Ministro da Defesa israelense: 'não aceitaremos nenhuma limitação na Síria'

© AFP 2022 / JACK GUEZCaças israelenses F-16
Caças israelenses F-16 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ministro israelense da Defesa, Avigdor Lieberman, comentou os eventos do sábado: militares israelenses declararam ter interceptado um drone iraniano, que violou o espaço aéreo do país vindo do território sírio. Como resposta, a Força Aérea de Israel atacou uma base de drones na área de Palmira e perto de Damasco.

Soldados de Israel nas Colinas de Golã, 6 de setembro de 2016 - Sputnik Brasil
Escolha difícil: como Israel pode responder à derrubada do caça F-16
"Aqui não há restrições, não aceitaremos nenhuma limitação. Nós agimos com determinação e respondemos a qualquer provocação. Nós vamos continuar defendendo nossos interesses vitais de segurança. Vou parafrasear um provérbio famoso: 'não é hora de ladrar, mas de morder'. Nossa mordida é forte, eu espero que não seja necessário fazê-lo", afirmou Avigdor Lieberman durante visita à cidade israelense Quriate-Chemoná. 

O ministro da Defesa explicou que cada parte envolvida no conflito possui sua própria visão quanto aos eventos. 

"É evidente que cada parte tem seus próprios interesses. Cada lado vê um quadro diferente. Durante os anos da guerra civil na Síria, nós fomos capazes de evitar disputa aberta, sendo este um grande êxito", assinalou. 

O ministro comentou pela primeira vez os eventos que viram à tona em 10 de fevereiro, quando as Forças de Defesa de Israel reportaram que seu helicóptero de ataque tinha sido derrubado por um drone iraniano sobre a área disputada nas Colinas de Golã, sendo este o centro do conflito entre a Síria e Israel.  

Menino mostra um cartaz do líder supremo do Irã, aiatolá Ali khamenei, enquanto passa perto do drone estadunidense RQ-170 Sentinel - Sputnik Brasil
Drone iraniano derrubado em Israel é cópia de veículo norte-americano (VÍDEO)
Respondendo ao incidente, Israel realizou uma série de ataques contra instalações militares sírias no território de onde pode ter sido controlado o drone. Um caça F-16 de Israel acabou sendo derrubado pelos sistemas de defesa antiaérea da Síria e caiu em território israelense, provocando uma nova onda de ataques israelenses à Síria. 

Por sua vez, o ministro da Defesa sírio assinalou que o país respondeu ao ataque aéreo, prevenindo um ato de agressão.  

Já o lado iraniano, através do porta-voz do Ministério da Defesa do país, Bahram Ghasemi, desmentiu informações sobre a presença militar iraniana na Síria. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала