Mais 7 escolas desfilam em busca de lugar na elite do carnaval carioca

Nos siga noTelegram
Neste sábado (10) sete escolas de samba desfilaram pela Série A, o grupo de acesso do carnaval carioca. Alegria da Zona Sul, Acadêmicos de Santa Cruz, Unidos do Viradouro, Acadêmicos da Rocinha, Acadêmicos do Cubango, Inocentes de Belford Roxo, Unidos de Padre Miguel encantaram a Sapucaí com cores e muito samba.

Na noite deste domingo (11) é a vez das escolas do Grupo Especial, a elite do carnaval carioca, abrir os desfiles.

 

© Sputnik / Foto: Luana RayssaPrimeira a entrar na avenida, a Alegria da Zona Sul optou por contar a história de Luíza Mahin, que veio da África como escrava e esteve envolvida em todas as revoltas dos Malês, na Bahia, no século 19.
Alegria da Zona Sul carnaval 2018 - Sputnik Brasil
1/7
Primeira a entrar na avenida, a Alegria da Zona Sul optou por contar a história de Luíza Mahin, que veio da África como escrava e esteve envolvida em todas as revoltas dos Malês, na Bahia, no século 19.
© Sputnik / Paula MagalhãesA Acadêmicos de Santa Cruz a levou para a avenida o enredo "No voo mágico da esperança - Quem acredita sempre alcança". O enredo é uma aposta na sorte e fé para guiar os caminhos na esperança de um novo dia para um planeta mais puro. (Foto: Paula Magalhães)
Acadêmicos de Santa Cruz Carnaval 2018 - Sputnik Brasil
2/7
A Acadêmicos de Santa Cruz a levou para a avenida o enredo "No voo mágico da esperança - Quem acredita sempre alcança". O enredo é uma aposta na sorte e fé para guiar os caminhos na esperança de um novo dia para um planeta mais puro. (Foto: Paula Magalhães)
© Sputnik / Cris GomesCom o enredo "Vira a cabeça, pira o coração - Loucos gênios da criação", a Unidos do Viradouro traz a genialidade de Einstein e Leonardo da Vinci para a avenida.
Unidos do Viradouro Carnaval 2018 - Sputnik Brasil
3/7
Com o enredo "Vira a cabeça, pira o coração - Loucos gênios da criação", a Unidos do Viradouro traz a genialidade de Einstein e Leonardo da Vinci para a avenida.
© Sputnik / Luana RayssaA Acadêmicos da Rocinha apresentou o enredo "Madeira matriz" que contou a história da xilogravura que está completando 110 anos no Brasil.
Acadêmicos da Rocinha Carnaval 2018 - Sputnik Brasil
4/7
A Acadêmicos da Rocinha apresentou o enredo "Madeira matriz" que contou a história da xilogravura que está completando 110 anos no Brasil.
© Sputnik / Cris GomesA Acadêmicos do Cubango apresentou o enredo "O reio que bordou o mundo", que falou sobre a arte de Arthur Bispo do Rosário, que viveu 50 anos na Colônia Juliano Moreira.
Acadêmicos do Cubango Carnaval 2018 - Sputnik Brasil
5/7
A Acadêmicos do Cubango apresentou o enredo "O reio que bordou o mundo", que falou sobre a arte de Arthur Bispo do Rosário, que viveu 50 anos na Colônia Juliano Moreira.
© Sputnik / Cris GomesPenúltima escola a entrar na avenida, a Inocentes de Belford Roxo mostrou o enredo "Moju, Magé, Mojubá - Sinfonias e batuques", que presta uma homenagem aos 452 anos de Magé, a segunda cidade mais antiga do Rio de Janeiro.
Inocentes de Belford Roxo Carnaval 2018 - Sputnik Brasil
6/7
Penúltima escola a entrar na avenida, a Inocentes de Belford Roxo mostrou o enredo "Moju, Magé, Mojubá - Sinfonias e batuques", que presta uma homenagem aos 452 anos de Magé, a segunda cidade mais antiga do Rio de Janeiro.
© Sputnik / Paula MagalhãesA Unidos de Padre Miguel encerrou o segundo dia de desfiles da Série A com o enredo "O Eldorado submerso - delírio Tupi - Parintintin". A fala sobre a Amazônia a partir de um trecho da obra do escritor amazonense MIlton Hatoum.
Unidos de Padre Miguel Carnaval 2018 - Sputnik Brasil
7/7
A Unidos de Padre Miguel encerrou o segundo dia de desfiles da Série A com o enredo "O Eldorado submerso - delírio Tupi - Parintintin". A fala sobre a Amazônia a partir de um trecho da obra do escritor amazonense MIlton Hatoum.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала