Máquina do COI sempre disposta a esmagar sonhos esportivos

© Sputnik / Vitaly PodvitskyMáquina do COI sempre disposta a esmagar sonhos esportivos
Máquina do COI sempre disposta a esmagar sonhos esportivos - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Na sexta-feira (9), o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) rejeitou as demandas de 47 atletas russos que havia sido impedidos de participar dos Jogos Olímpicos de Inverno em Pyeongchang pelo Comitê Olímpico Internacional (COI). A empresa de advocacia suíça Schellenberg Wittme qualificou a decisão do COI como "sanções veladas".

Os 47 atletas em questão incluem 32 cidadãos russos que não foram convidados para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2018, bem como 13 esportistas russos e dois treinadores que foram afastados de todas as competições olímpicas pelo COI, mas posteriormente foram absolvidos pelo TAS.

Segundo os advogados da Schellenberg Wittme, seus clientes, que são atletas limpos, estão na mesma situação que os esportistas que haviam violado as regras de doping. Além disso, eles nem receberam explicações por que foram afastados da participação nas Olimpíadas de Inverno de 2018, nem tiveram a oportunidade de provar que esta decisão está errada.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала