Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Putin e Erdogan decidem fortalecer união entre forças armadas para aniquilar terrorismo

© Sputnik / Aleksei Druzhinin / Abrir o banco de imagensPresidente turco Recep Tayyip Erdogan e o presidente russo Vladimir Putin durante o encontro bilateral em Kremlin, Moscou, Rússia, setembro de 2015
Presidente turco Recep Tayyip Erdogan e o presidente russo Vladimir Putin durante o encontro bilateral em Kremlin, Moscou, Rússia, setembro de 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente russo, Vladimir Putin, e seu homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, sublinharam a necessidade de respeitar o regime de cessar-fogo na Síria.

Putin e Erdogan, decidiram fortalecer cooperação entre as forças armadas e serviços especiais dos dois países na luta contra terrorismo, declarou o Kremlin.

Durante conversa telefônica, eles também discutiram perspectivas de novos contatos. O presidente turco expressou condolências pelo piloto russo, Roman Filipov, que foi morto por terroristas na Síria em 3 de fevereiro.

"Foi acordado fortalecimento de cooperação das ações entre as forças armadas e serviços especiais da Federação da Rússia e da República Turca no âmbito da luta contra os grupos terroristas que violam o regime de cessar-fogo", lê-se no comunicado da assessoria de imprensa do Kremlin.

Rebeldes sírios apoiados pela Turquia com bandeiras turcas e do Exército Livre da Síria - Sputnik Brasil
Chancelaria russa: situação em Afrin síria é provocada, entre outras, pelas ações dos EUA
As partes sublinharam a necessidade de respeitar os acordos de Astana sobre a criação das zonas de desescalada na Síria, a importância de cooperação entre a Rússia, Turquia e Irã no âmbito do processo de paz no país e estabelecimento de novos contatos a deferentes níveis.

Anteriormente, o canal de televisão turco NTV informou que os dois presidentes acordaram realizar em breve a segunda cúpula trilateral entre Rússia, Turquia e Irã sobre a Síria na cidade turca de Istambul.

O conflito armado na Síria se arrasta desde março de 2011. As partes no conflito e os representantes da comunidade internacional negociam a reconciliação em Genebra e Astana. A cooperação eficaz entre a Rússia, a Turquia e o Irã levou à criação de quatro zonas de desescalada na Síria. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала