'Comitê Olímpico Internacional opta por confrontar a Rússia'

© Sputnik / Vladimir Astapkovich / Abrir o banco de imagensBandeira olímpica na praça de condecoração dos vencedores dos Jogos Olímpicos de 2018 em Pyeongchang
Bandeira olímpica na praça de condecoração dos vencedores dos Jogos Olímpicos de 2018 em Pyeongchang - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Em 6 de fevereiro, 32 atletas russos apelaram ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) em Pyeongchang contra a decisão do Comitê Olímpico Internacional (COI), organização que se recusa deixá-los participar dos Jogos Olímpicos de Inverno na Coreia do Sul.

Hasteamento da bandeira russa durante a cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos em Sochi, 2014 - Sputnik Brasil
'COI adotou decisão vergonhosa contra Rússia ao impedir atletas russos nas Olimpíadas'
Basicamente, as apelações dos atletas russos expõem caráter de sanções do Comitê Olímpico Internacional (COI), que não quer permiti-los participar das Olimpíadas, e o uso excessivo pelo COI de posição monopolista.

Em 5 de dezembro, o Comitê Executivo do COI decidiu permitir participação de atletas russos nos Jogos Olímpicos em Pyeongchang com bandeira neutra e desqualificar o Comitê Olímpico Nacional da Rússia, frisando que o mesmo poderia vir a ser restaurado até a final dos Jogos e que a seleção russa poderia até mesmo vir a usar sua bandeira nacional na cerimônia de encerramento dos Jogos.

Na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, o cientista político Vladimir Shapovalov comentou a decisão do COI contra restauração do Comitê Olímpico Nacional da Rússia até a final dos Jogos Olímpicos de 2018.

Valentina Matvienko - Sputnik Brasil
Senado russo defende reforma do COI e WADA
"A declaração não surpreende nem um pouco, pois logicamente segue a política antirrussa do COI, que vem sendo praticada pelo Comitê nos últimos tempos. Após o comentário do COI sobre a decisão do TAS e recusa por qualquer razão substancial de deixar que até mesmo atletas inocentados participem dos Jogos, pode-se dizer com certeza que a campanha contra esportistas russos é política."

De acordo com ele, o COI não vai considerar a restauração do Comitê Olímpico Nacional da Rússia enquanto não forem atingidos os objetivos de seus clientes. "É muito provável que o COI opte por confrontar a Rússia, e nos próximos meses a situação não venha a mudar", disse Shapovalov.

Os esportistas que apelaram ao TAS pedem pelo cancelamento da decisão do COI para que, assim, consigam participar nas Olimpíadas em Pyeongchang como atletas olímpicos da Rússia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала