Pela primeira vez, astrônomos estadunidenses descobrem 2 mil planetas fora da Via Láctea

© Foto / PixabaySpace
Space - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Pesquisadores da Universidade de Oklahoma conseguiram detectar cerca de 2.000 planetas, variando em massa do tamanho da lua da Terra até a massa do Júpiter. A descoberta foi possível graças aos dados coletados pelo observatório de raios-X Chandra da NASA.

Embora descobertas de exoplanetas sejam relativamente comuns, esta é a primeira vez com evidências confirmadas de planetas fora de nossa galáxia.

Proxima Centauri B, planeta recém-descoberto  de tamanho igual ao da Terra - Sputnik Brasil
Que surpresas tem para nós o exoplaneta mais próximo da Terra?
Os pesquisadores conseguiram detectar os planetas extragalácticos usando microfilmes gravitacionais, um fenômeno astronômico que permite que os cientistas encontrem objetos no espaço usando a luz dobrada por um campo gravitacional.

"Estamos muito entusiasmados com esta descoberta, esta é a primeira vez que alguém descobriu planetas fora da nossa galáxia", disse Xinyu Dai, pesquisador-chefe do estudo, em um comunicado à imprensa.

Em uma declaração separada, o autor de estudo, Eduardo Guerras, indicou que os planetas estão em uma galáxia a cerca de 3,8 bilhões de anos-luz de distância.

"Não há a menor chance de observar esses planetas diretamente [nesta galáxia], nem mesmo com o melhor telescópio que se possa imaginar num cenário de ficção científica", observou Guerras. "No entanto, somos capazes de estudá-los, revelar sua presença e até ter uma ideia de suas massas", acrescentou.

Além de usar o observatório de Chandra, Dai e Guerras também usaram modelos de microlentes projetados no Centro de Supercomputação da universidade.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала