Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Pentágono atribui mérito por longa ausência de guerras mundiais aos EUA

© AP Photo / Mindaugas Kulbis Soldados dos EUA participam das manobras Iron Wolf 2016, Lituânia
Soldados dos EUA participam das manobras Iron Wolf 2016, Lituânia - Sputnik Brasil
Nos siga no
De acordo com a doutrina nuclear dos EUA publicada na sexta-feira (2) pelo Pentágono, a longa ausência de conflitos à escala mundial é mérito dos EUA.

Lançamento de um míssil supersônico russo - Sputnik Brasil
Dia do Juízo Final: que consequências teria um conflito entre Rússia e OTAN?
O documento nota que as guerras entre as potências mundiais com consequências catastróficas foram um fenômeno habitual até a chegada da época de dissuasão nuclear.

"Na primeira metade do século XX, antes da implementação da doutrina da dissuasão nuclear pelas autoridades norte-americanas, de 80 a 100 milhões de pessoas por todo o mundo morreram na sequência da Primeira e Segunda Guerra Mundial, em média 30 mil pessoas por dia", detalha a doutrina.

Salienta-se que "o potencial nuclear dos EUA contribuiu de forma essencial para a contenção da agressão nuclear e não nuclear".

"A posterior ausência de conflitos entre as potências mundiais levou à considerável e contínua redução de vítimas das guerras", estipula o documento.

A nova doutrina nuclear dos EUA descreve o mundo em tons muito mais sombrios que os documentos anteriores. Um lugar chave na doutrina está reservado à Rússia apesar de todos os "suspeitos do costume", representados pela China, Irã e Coreia do Norte, também serem nela mencionados.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала