Como criança se queixando: analista sobre novo vídeo de intercepções de aviões dos EUA

© Sputnik / Aleksei Danichev / Abrir o banco de imagensSu-27 russos, foto de arquivo
Su-27 russos, foto de arquivo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Marinha dos EUA publicou novo vídeo da intercepção do avião de reconhecimento norte-americano EP-3 por um caça russo Su-37. O incidente ocorreu em 29 de janeiro de 2018.

"As gravações mostram as manobras do caça Su-27 russo ao redor do EP-3 da Força Aérea dos EUA, a pouca distância e em várias posições", diz o comunicado.

A manobra do avião russo foi definida como "insegura", destaca-se que tais ações provocam o risco de "consequências catastróficas".

Caças Su-27 da Força Aérea russa - Sputnik Brasil
Manobra a velocidade 'excessiva': revelado novo VÍDEO da intercepção pelo caça russo
Aleksandr Perendjhiev, professor de Ciências Políticas e Sociais da Universidade Plekhanov, comenta ao serviço russo da Rádio Sputnik por que os EUA continuam publicando estes vídeos.

"Em algum sentido é uma tentativa de desacreditar as Forças Armadas russas e a Rússia em geral. Por outro lado, estes vídeos mais lembram as queixas na rede que algumas crianças costumam publicar, se queixando de algum mau tratamento", destacou.

As ações dos EUA recordam ao analista aquelas crianças que se comportam mal, são colocadas em seu lugar e depois tentam fazer as outras pessoas ficar de seu lado, influir na opinião pública. Perendjhiev afirmou não saber por que os militares norte-americanos têm tal forma de pensar, porque, segundo o cientista político, os militares russos não costumam se queixar. "Temos valores diferentes dos do Pentágono", resumiu.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала