Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Crateras gigantes em amadurecimento são encontradas na Sibéria

© Sputnik / Serviço de imprensa do distrito autônomo Yamálo-Nenetsky, RússiaCrateras no distrito autônomo Yamálo-Nenetsky, foto de arquivo
Crateras no distrito autônomo Yamálo-Nenetsky, foto de arquivo - Sputnik Brasil
Nos siga no
Geólogos russos encontraram nas duas penínsulas do distrito autônomo Yamálo-Nenetsky dois montes, que podem ser precursores de crateras gigantes formadas pela liberação de gases do subsolo.

Em 2014, em Yamal foram encontradas duas crateras que, como supuseram pesquisadores, apareceram como resultado da liberação de gases. Mais posteriormente, estas crateras se encheram de água. O diâmetro de uma delas era de 60 metros, já sua profundidade — 200 metros.

Poluição do ar - Sputnik Brasil
Ar limpo pode ser mortalmente perigoso?
Como revelaram geólogos, ultimamente o tamanho das crateras tem aumentado e água presente é muito turva, sendo completamente diferente da água de outros lagos.

"Os cientistas de Tyumen estão estudando os pingos que antecedem as explosões e surgimento das famosas crateras de Yamal", explicou a assessoria de imprensa da Universidade Industrial de Tyumen, entidade responsável pela pesquisa.

© Sputnik / Assessoria de imprensa do governador do distrito autônomo Yamálo-NenetskyCrateras no distrito autônomo Yamálo-Nenetsky, foto de arquivo
Crateras no distrito autônomo Yamálo-Nenetsky, foto de arquivo - Sputnik Brasil
Crateras no distrito autônomo Yamálo-Nenetsky, foto de arquivo

Analoly Gubarkov, professor da universidade, destacou que os montes podem vir a "amadurecer" em três anos.

"Hoje em dia, temos menos de uma dezena de crateras já formadas. Elas não apresentam ameaça para povoados… É um processo bem perigoso, mas controlável", disse professor, citado no comunicado da universidade.

Chumysh, Sibéria - Sputnik Brasil
Necrópole de 8 mil anos e restos de 'princesa' foram encontrados na Sibéria (FOTOS)
Ele assegurou que as áreas de potenciais explosões são monitoradas por especialistas experientes, no entanto, é bastante difícil prognosticar explosão em rios e lagos.

Mais cedo, pesquisadores do Instituto de Criosfera da Terra da Academia de Ciências da Rússia, que também estudam o fenômeno, declararam à Sputnik que em 2018 os cientistas planejam elaborar um mapa prognóstico de expedições. Os pesquisadores estão seguros que o fenômeno esteja ligado ao aquecimento global, porque a última grande liberação de gases aconteceu depois do registro de temperaturas altíssimas na região.

© Sputnik / Assessoria de imprensa do governador do distrito autônomo Yamálo-NenetskyCrateras no distrito autônomo Yamálo-Nenetsky, foto de arquivo
Crateras no distrito autônomo Yamálo-Nenetsky, foto de arquivo - Sputnik Brasil
Crateras no distrito autônomo Yamálo-Nenetsky, foto de arquivo
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала