Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Ataques aéreos e terrestres: mídia revela planos da Turquia na Síria

© AFP 2021 / BULENT KILICTanques do exército da Turquia perto da fronteira síria
Tanques do exército da Turquia perto da fronteira síria - Sputnik Brasil
Nos siga no
A mídia turca publicou detalhes sobre a prevista operação militar do exército turco contra o território controlado pelas Unidades de Proteção Popular (YPG) curdas na região síria de Afrin.

A possível operação das Forças Armadas da Turquia na região síria de Afrin começaria com ataques aéreos contra 159 alvos das YPG. Alguns dias depois, a Turquia iniciaria a operação terrestre, informou na terça-feira (16) o jornal turco Vatan com referência a fontes militares.

Nos últimos três dias, a mídia turca tem informado sobre ataques das Forças Armadas da Turquia contra o território controlado pelas YPG na região síria de Afrin. Além disso, Ancara enviou mais uma coluna de material bélico, incluindo tanques, para a fronteira com a Síria.

Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, discursa para os parlamentares em 5 de dezembro de 2017 - Sputnik Brasil
Erdogan: relações bilaterais e acordos entre Turquia e EUA estão perdendo validade
Em 13 de dezembro, o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, informou que o exército turco poderia lançar no prazo de uma semana uma operação militar nas regiões de Afrin e Manbij controladas pelas YPG. Segundo ele, os EUA já enviaram à Síria 4.900 caminhões e cerca de 2.000 aviões com armas para as YPG.

Ancara tem vindo a condenar repetidamente Washington por os EUA darem apoio militar às YPG, consideradas pela Turquia como uma organização terrorista ligada ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), proibido no país.

Os ataques serão realizados por caças, drones e pela artilharia posicionada na fronteira. Depois da eliminação dos principais bastiões das YPG, os veículos blindados e as forças especiais localizados na zona fronteiriça entrarão na Síria. Espera-se que as forças das YPG, tendo em consideração as características da linha de fronteira, sejam atacadas de três lados e que recuem para sudeste de Afrin, para as regiões controladas pelas forças governamentais sírias.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала