Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Rex Tillerson: mísseis norte-coreanos podem, acidentalmente, atingir aeronaves civis

© REUTERS / Mohd RasfanRex Tillerson, secretario de Estado de EEUU
Rex Tillerson, secretario de Estado de EEUU - Sputnik Brasil
Nos siga no
O secretário de Estado dos EUA acredita existir um perigo real de que um míssil lançado pela Coreia do Norte venha a atingir, por acidente, uma aeronave civil.

Encontro entre ministro das Relações Exteriores russo Sergei Lavrov e Secretário de Estado Rex Tillerson - Sputnik Brasil
Tillerson: EUA e Rússia não reconhecem Coreia do Norte como potência nuclear
"O perigo de que um míssil norte-coreano ou parte de um míssil possa danificar aeronaves civis é real", afirmou o chefe da diplomacia dos EUA durante a reunião de ministros das Relações Exteriores sobre a situação na Coreia do Norte, realizada em Vancouver por iniciativa do Canadá e dos EUA.

"No dia 28 de novembro, os passageiros de um avião que, realizava um voo entre São Francisco e Hong Kong, observaram no céu os fragmentos de um míssil balístico intercontinental lançado pela Coreia do Norte", disse Tillerson em seu discurso transmitido pelo Departamento de Estado dos EUA.

Além disso, o chefe da diplomacia dos EUA falou sobre "possíveis erros tecnológicos associados ao lançamento, o que poderia provocar um desastre". "Claro, esta não é a única ameaça ou possível ameaça representada pelos mísseis norte-coreanos", afirmou Tillerson.

Isolar também no mar

Presidente dos EUA Donald Trump saúda seu homólogo chinês Xi Jinping em Mar-a-Lago, no estado da Flórida, em 6 de abril 2017 - Sputnik Brasil
Trump garante a Xi Jinping que manterá 'pressão máxima' sobre a Coreia do Norte
O secretário de Estado dos EUA também apelou à comunidade internacional por cooperação  "para fortalecer o isolamento marítimo" da Coreia do Norte.

"Devemos impredir as operações de transferência de carga entre navios que violam as sanções da ONU", insistiu Tillerson.

Por outro lado, a autoridade norte-americana admitiu que será difícil fazer com que Pyongyang abdique do seu programa nuclear. "Reconhecemos que nenhuma ação ou resolução [do Conselho de Segurança da ONU] fará com que a Coreia do Norte abandone o seu programa nuclear", concluiu.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала