Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

17 países acordam interceptar navios e cargas que violam sanções contra Pyongyang

© AP Photo / Eugene HoshikoNavio chinês (imagem referencial)
Navio chinês (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga no
Um grupo de 17 países, incluindo os EUA, divulgaram nesta sexta-feira (16) um comunicado de apoio às resoluções do Conselho de Segurança da ONU 2375 e 2397 e se comprometeram a interceptar navios e cargas que violam o embargo contra a Coreia do Norte.

Kim Jong-un durante parada militar dedicada ao 105 aniversário do seu avô, Kim Il-sung, Pyongyang,  15 de abril de 2017 - Sputnik Brasil
Manda mais, EUA: Kim Jong-un diz que Coreia do Norte suportará até um século de sanções
A iniciativa foi apoiada pelos EUA, Coreia do Sul, Japão, Reino Unido, Alemanha, Austrália, Argentina, Canadá, Dinamarca, França, Grécia, Itália, Países Baixos, Nova Zelândia, Noruega, Polônia e Cingapura. O comunicado conjunto foi divulgado pelo Departamento de Estado dos EUA.

Os países se comprometeram a realizar inspeções em mar aberto e, se necessário, a enviar os navios suspeitos para seus portos. Além disso, os países vão proibir nas suas áreas de jurisdição o transporte de cargas recebidas de navios que tiveram comércio com a Coreia do Norte. Eles também se comprometeram em destruir quaisquer cargas interceptadas que violem as sanções do Conselho da Segurança.

O Conselho de Segurança da ONU tem agravado as sanções rigorosas contra Pyongyang devido a seu programa nuclear e de mísseis. De acordo com dados dos EUA, até 90% das exportações norte-coreanas foram afetadas pelo embargo.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала