Irã bloqueia o acesso ao Instagram e ao Telegram 'pela manutenção da paz'

© AP PhotoIn this photo taken by an individual not employed by the Associated Press and obtained by the AP outside Iran, university students attend a protest inside Tehran University while anti-riot Iranian police prevent them to join other protestors, in Tehran, Iran, Saturday, Dec. 30, 2017
In this photo taken by an individual not employed by the Associated Press and obtained by the AP outside Iran, university students attend a protest inside Tehran University while anti-riot Iranian police prevent them to join other protestors, in Tehran, Iran, Saturday, Dec. 30, 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As autoridades do Irã bloquearam o acesso ao Instagram e ao Telegram em meio ao quarto dia seguido de protestos no país, informou a agência Associated Press.

طالبة جامعية في مظاهرة داخل جامعة طهران وقت إلقاء قنبلة دخان من قبل الشرطة الإيرانية لمكافحة الشغب - Sputnik Brasil
Irã: terceiro dia de protestos antigoverno (VÍDEO)
Segundo a imprensa local, a medida foi adotada para "manutenção da paz" no país.

O criador do Telegram, Pavel Durov, declarou em sua conta no Twitter que o acesso ao seu serviço de mensagens foi bloqueado após a recusa de fechar as contas dos manifestantes iranianos.

Diversas manifestações antigoverno estão ocorrendo em todo o país nos últimos quatro dias.

Paralelamente, milhares de pessoas marcharam neste sábado em manifestações pró-governo em todo o país, demonstrando seu apoio ao líder supremo da nação persa, o aiatolá Ali Khamenei.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала