EUA apelam à Rússia para influenciar Assad

© Sputnik / Mikhail Alaeddin / Abrir o banco de imagensSoldados sírios colocam bandeira nacional em um local em uma zona de Aleppo libertada, em 13 de dezembro de 2016
Soldados sírios colocam bandeira nacional em um local em uma zona de Aleppo libertada, em 13 de dezembro de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Departamento de Estado dos EUA apelou à Rússia para que esta influencie as autoridades sírias de maneira a que o país árabe não realize ataques contra seu próprio povo, diz a declaração a que Sputnik teve acesso.

Militante das Forças Democráticas da Síria tira selfie sobre veículo militar em Raqqa - Sputnik Brasil
EUA planejam manter presença militar na Síria para minar poder de Assad
"Continuamos apelando à Rússia para que cumpra suas obrigações e garanta que o governo de Assad para esses ataques bárbaros", diz o texto.

Como adicionaram no Departamento de Estado "hoje em dia, mais do que nunca antes, a Rússia e a comunidade internacional têm que apoiar o acesso humanitário a todos os sírios e pressionar o governo de Assad de maneira a ser elaborada uma resolução política do conflito por meio das negociações de Genebra sob a égide da ONU".

O chefe do Pentágono, James Mattis, por sua vez declarou que os EUA não pretendem dividir a Síria em várias partes. Destacou também as intenções de Washington de intensificar as ações nas áreas libertadas da Síria que não são controlados pelo governo do país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала