Decisão estratégica: Rússia pode entregar S-400 à China antes do previsto

© Sputnik / Vitaly Ankov / Abrir o banco de imagensSistema de mísseis S-400
Sistema de mísseis S-400 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia pode vir a fornecer mísseis S-400 à China antes da data prevista, o que permitirá ao país acelerar a instalação dos sistemas antiaéreos russos. Esse passo tem uma enorme importância estratégica, sublinha o site do portal Phoenix.

Os recentes exercícios militares conjuntos de grande escala dos EUA e da Coreia do Sul, Vigilant Ace, contaram com participação de seis caças F-22 e mais de dez aviões F-35, bem como de bombardeiros estratégicos B-1B. O objetivo dessas manobras foi responder ao novo lançamento do míssil intercontinental Hwasong-15 por parte da Coreia do Norte.

Tomando em conta que a Rússia também tem interesses geopolíticos na região, Moscou tomou medidas de retaliação, lê-se no artigo. Dois bombardeiros estratégicos Tu-95MS, capazes de transportar armas nucleares a bordo, foram enviados a uma base militar na Indonésia com o objetivo de patrulhar as águas internacionais do Pacífico Sul.

"Esse foi provavelmente o melhor passo da Rússia em resposta às tentativas dos EUA de desestabilizar a situação na península da Coreia", comentou o portal.

Os sistemas de mísseis S-400 - Sputnik Brasil
Quase tudo pronto para envio de sistemas de defesa antiaérea russos S-400 para Turquia
Além disso, "a Rússia tomou uma decisão sem precedentes": o diretor-geral da empresa Rostec anunciou o fornecimento dos sistemas de mísseis antiaéreos S-400 Triumph à China no futuro próximo.

"O mais importante é que o sistema Triumph e os radares chineses funcionam incrivelmente bem juntos". A mídia chinesa indica que o caça norte-americano F-22 é feito de materiais especiais que reduzem a eficácia do radar de rastreamento. Geralmente, o radar não consegue detectar esses aviões.

"Entretanto, os sistemas de detecção chineses reconhecem este tipo de caça e isso é, sem dúvida, uma grande ameaça para o F-22. O fato de que a China terá em breve sistemas de mísseis antiaéreos de produção russa é um motivo sério de preocupação", sublinhou o portal.

Sistema de mísseis anitaéreo S-400 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Que riscos corre Rússia com possível venda de S-400 para Arábia Saudita?
Foi também acrescentado que “todo o mundo sabe que o complexo russo S-400 é um sistema avançado de defesa aérea que pode atingir alvos a uma distância de 400 quilômetros. Se os caças norte-americanos aparecerem no radar chinês, imediatamente se tornarão alvo dos Triumph e instantaneamente – em um montão de ferro velho”.

De acordo com o portal, a China quer pôr fim ao domínio militar dos EUA através dessas duas armas convencionais.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала