Rainhas do gelo: liga russa feminina de hóquei lança novo calendário (FOTOS)

© Foto / Assessoria de imprensa da WHLTatiana Shchukina
Tatiana Shchukina - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Conheça 12 estrelas profissionais russas do hóquei - excelentes não só para embelezar o calendário do ano que vem, mas para deixar todo o ano de 2018 mais lindo.

A nova sessão fotográfica de Pyotr Titarenko, que trabalhou para L'uomo Vogue, Harper's Bazaar, Forbes e muito mais, apresenta as mais impressionantes e bonitas representantes de 7 clubes de hóquei de toda a Rússia. Confira a lista completa das beldades:

Anna Prugova (Agidel)

© Foto / Assessoria de imprensa da WHLAnna Prugova
Anna Prugova - Sputnik Brasil
Anna Prugova

Duas vezes ganhadora da medalha de bronze em campeonatos mundiais, quatro vezes vencedora da Copa dos Campeões Europeus, quatro vezes campeã da Rússia e duas vezes vencedora da medalha de prata da Liga Feminina de Hóquei, WHL, na sigla em inglês. Ela é goleira desde os 11 anos de idade, quando se apaixonou pelo hóquei em sua cidade natal de Khabarovsk, prestando especial atenção aos treinos como goleira. Alegre e incrivelmente cheia de vida, ela é extremamente enérgica ao defender sua posição no campo gelado.

Maria Pechnikova (Agidel)

© Foto / Assessoria de imprensa da WHLMaria Pechnikova
Maria Pechnikova - Sputnik Brasil
Maria Pechnikova

Ganhadora do Campeonato Internacional de Inverno entre Universidades de 2015, Maria Pechnikova levou medalha de prata na Copa dos Campeões Europeus, sem contar nas duas medalhas de ouro e quatro de prata que ela ganhou em campeonatos russos. Ela tentou vários esportes, mas, felizmente, decidiu ser jogadora de hóquei. Reservada e firme, ela ama o hóquei por sua beleza, força e trabalho em equipe.

Oksana Afonina (Arktik-Universitet)

© Foto / Oksana AfoninaOksana Afonina
Oksana Afonina - Sputnik Brasil
Oksana Afonina

Campeã da Rússia como jogadora do Tornado, ela começou a jogar hóquei na cidade de Pervouralsk, onde nasceu, e acabou entrando no time Spartak-Merkury. Oksana fez parte da equipe nacional e juvenil em vários torneios internacionais de hóquei no gelo. Com 8 mil seguidores no Instagram, ela demonstra não só uma performance perfeita na hora de jogar, mas um estilo de se vestir único.

Yevgenia Dyupina (Dinamo-Spb)

© Foto / Assessoria de imprensa da WHLYevgenia Dyupina
Yevgenia Dyupina  - Sputnik Brasil
Yevgenia Dyupina

Ela foi duas vezes campeã no Campeonato de Inverno entre Universidades (em 2015 e 2017). O amor pelo hóquei está na sua família, sendo seu pai técnico de hóquei. Ela possui um sorriso de Hollywood, bem como uma velocidade e precisão inigualável ao jogar. Yevgenia é muito carinhosa com amigos e familiares, mas vira uma fera nas pistas de gelo.

Diana Kanaeva (Dinamo-Spb)

© Foto / Assessoria de imprensa da WHLDiana Kanaeva
Diana Kanaeva - Sputnik Brasil
Diana Kanaeva

Vencedora de bronze no Campeonato de Hóquei Juvenil de 2015, Diana preferiu pistas geladas ao invés das de ginástica: sua infância foi marcada pela ginástica, mas assim que descobriu o hóquei — foi amor à primeira vista. Delicada e graciosa, precisa e rápida como uma pantera, Diana rouba o coração de todos, tanto no gelo como na vida.

Nadezhda Morozova (Biryusa)

© Foto / Assessoria de imprensa da WHLNadezda Morozova
Nadezda Morozova - Sputnik Brasil
Nadezda Morozova

Vencedora de bronze no Campeonato Mundial de 2016, duas vezes campeã no Campeonato Internacional de Inverno entre Universidades (em 2015 e 2017) e levou bronze no Campeonato WHL em 2016. Prima do famoso jogador russo Aleksei Morozov, ela tentou por três anos convencer seus pais a deixarem que ela seguisse os passos esportivos de seu parente. Ela mantém firmemente sua posição como uma das três principais goleiras da liga. Perfeitamente alegre, ela compartilha seu humor animador com pessoas ao seu redor.

Tatiana Shatalova (Biryusa)

© Foto / Assessoria de imprensa da WHLTatiana Shatalova
Tatiana Shatalova - Sputnik Brasil
Tatiana Shatalova

Vencedora de bronze no Campeonato da WHL em 2016. Quando era criança, Tatiana tentou persuadir seus pais a deixá-la jogar hóquei no gelo, mas eles recusaram. Como ela decidiu praticar boxe em vez disso, mãe e pai cederam, dizendo que o hóquei no gelo seria uma escolha melhor. Forte e decidida, ela coloca metas e se esforça para alcançá-las.

Anastasia Smirnova (Skif)

© Foto / Assessoria de imprensa da WHLAnastasia Smirnova
Anastasia Smirnova - Sputnik Brasil
Anastasia Smirnova

Vencedora de ouro na Copa Europeia. Antes de seguir carreira no hóquei, ela participou ativamente de concursos de beleza, assistia a aulas do designer russo Vyacheslav Zaytsev e até desfilou para ele. Ela começou a jogar hóquei aos 19 e aos 20 anos assinou seu primeiro contrato esportivo. Anastasia Smirnova provou nunca ser tarde demais para seguir um sonho.

Tatiana Shchukina (time regional de Sverdlovsk)

© Foto / Assessoria de imprensa da WHLTatiana Shchukina
Tatiana Shchukina - Sputnik Brasil
Tatiana Shchukina

Três vezes campeã russa. Ela começou a jogar hóquei aos 13 anos em Podolsk, região de Moscou. Um ano depois, escolheu ser goleira e tem sido desde então. Além do esporte, ela gosta de literatura clássica e contemporânea e de exposições impressionistas.

Nina Pirogova (Tornado)

© Foto / Assessoria de imprensa da WHLNina Pirogova
Nina Pirogova - Sputnik Brasil
Nina Pirogova

Vencedora de bronze no Campeonato Internacional de 2016. Ela nasceu em uma família de esportistas. Na infância, ela patinava pelo apartamento com patins de seu irmão. Além do hóquei, Nina ama se dedicar à edução e à leitura.

Alevtina Shtaryova (Tornado)

© Foto / Assessoria de imprensa da WHLAlevtina Shtaryova
Alevtina Shtaryova - Sputnik Brasil
Alevtina Shtaryova

Vencedora de Bronze no Campeonato Juvenil de 2015. Seus pais não queriam que ela seguisse carreira esportiva no hóquei, mas, mesmo assim, ela mostrou ser boa no esporte. Nas pistas ela joga com sangue-frio e não aceita perder.

Anna Shokhina (Tornado)

© Foto / Assessoria de imprensa da WHLAnna Shokhina
Anna Shokhina - Sputnik Brasil
Anna Shokhina

Ela começou a treinar em uma escola esportiva juvenil em Dmitrov, região de Moscou. Fez sua estreia no Campeonato Russo 2012/2013. Líder do Clube de Hóquei Tornado, ela é melhor marcadora da WHL em 2016/2017, com o KPI no valor de +69.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала