Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Número de refugiados sírios no Líbano fica abaixo de 1 milhão pela primeira vez desde 2014

© AP Photo / Boris GrdanoskiMigrantes da Síria e do Afeganistão embarcam em trem na Macedônia rumo à Sérvia. Número de refugiados em 2014 foi recorde.
Migrantes da Síria e do Afeganistão embarcam em trem na Macedônia rumo à Sérvia. Número de refugiados em 2014 foi recorde. - Sputnik Brasil
Nos siga no
A Síria está em guerra civil desde 2011, o que fez com que milhões de pessoas tivessem que fugir do país para o Líbano, Jordânia e Turquia.

O número de refugiados sírios no Líbano totalizou menos de 1 milhão de pessoas pela primeira vez desde 2014, disse a porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), Lisa Abou Khaled, à Sputnik.

"Em novembro de 2017, e depois de exercícios de verificação regulares, resultando na invalidação de alguns milhares de arquivos de refugiados, o número de refugiados sírios registrados no Líbano ficou abaixo de 1 milhão. A partir de 31 de novembro de 2017, 997.905 refugiados sírios estão registrados no cadastro do ACNUR no Líbano", disse Abou Khaled.

Residentes de Latakia participam da manifestação para agradecer a Rússia pela ajuda na luta contra terroristas, Síria, novembro de 2015 - Sputnik Brasil
Putin: Rússia continuará combatendo o terrorismo na Síria se for necessário
A porta-voz do ACNUR acrescentou que 75.720 refugiados, principalmente sírios, foram submetidos para reassentamento entre 2011 e setembro de 2017, enquanto mais de 49 mil pessoas foram deportadas durante o mesmo período. De acordo com as estimativas do ACNUR, milhares de pessoas voltaram do Líbano para a Síria este ano.

"O cessar-fogo restaurou uma calma relativa para algumas partes da Síria, o que incentivou um número considerável de sírios deslocados internamente e um número menor de refugiados sírios a retornarem às suas casas. E o ACNUR iniciou este ano a ampliação de sua capacidade operacional dentro da Síria", concluiu Abou Khaled.

De acordo com a porta-voz, até a guerra terminar, é muito importante ter um processo político e de paz que possa pôr fim ao conflito e criar as condições para o regresso dos refugiados às suas casas.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала