Presidente da Suíça pede por referendo que 'esclareça' o relacionamento do país com a UE

© AFP 2022 / GEORGES GOBETBandeiras da União Europeia refletidas na entrada do Edifício Berlaymont, sede da Comissão Europeia, em Bruxelas
Bandeiras da União Europeia refletidas na entrada do Edifício Berlaymont, sede da Comissão Europeia, em Bruxelas - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um "referendo fundamental" ajudaria a Suíça a esclarecer seu relacionamento com a União Europeia, afirmou a presidente suíça Doris Leuthard neste domingo, véspera de Natal.

"O caminho bilateral é importante. […] Precisamos saber em que direção ir ", disse Leuthard ao jornal Sonntags Blick.

Votação na Suíça - Sputnik Brasil
Parlamento da Suíça votou contra entrada na UE
As relações entre os suíços, que não pertencem à União Europeia, e Bruxelas se tornaram mais intensas após o início da negociação britânica pela saída do bloco.

Procurando diversificar parcerias comerciais diplomáticas, a UE trabalha desde novembro para substituir os mais de 100 acordos bilaterais que regem a relação com Berna por um texto único. O novo acordo garantiria a adoção de leis relevantes do bloco pela Suíça em troca de um maior acesso ao mercado único do bloco, crucial para as exportações suíças.

No início da semana, porém, a UE concedeu acesso apenas limitado às bolsas de valores suíças ao bloco. A Suíça criticou o movimento como discriminação e prometeu adotar medidas de retaliação.

Se aprovado, um acordo precisaria ser avalizado, Partido Popular da Suíça (SVP), que são anti-União Europeia e atualmente a maior força do Parlamento local.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала