Rússia dá como 'esgotada' a questão da suposta interferência russa nas eleições dos EUA

© Sputnik / Aleksandr Vilf / Abrir o banco de imagensRepresentante oficial do Ministério das Relações Exteriores russo, Maria Zakharova, durante a entrevista coletiva semanal, Moscou, Rússia, 28 de junho de 2016
Representante oficial do Ministério das Relações Exteriores russo, Maria Zakharova, durante a entrevista coletiva semanal, Moscou, Rússia, 28 de junho de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, declarou nesta sexta-feira (22) que o tema da suposta interferência russa nas eleições de outros países se esgotou por falta de provas.

"Antes falavam de uma interferência irrefutável, depois começaram a dizer que não é uma interferência, mas uma intromissão fracassada […] então passaram à discussão da falta de evidências e, portanto, sem dúvida, a questão está esgotada, é claro que não há provas, é óbvio", disse Zakharova à mídia russa, comentando a visita do chanceler britânico, Boris Johnson, a Moscou.    

Eleições nos EUA 2016 - Sputnik Brasil
Segurança dos EUA: não houve interferência da Rússia nas eleições de 2016
Desde o fim das eleições presidenciais nos EUA de 2016, vários países do Ocidente (Europa e EUA), acusaram a Rússia de interferir no processo eleitoral.

Moscou repetidamente negou qualquer interferência, por sua parte, nas eleições dos EUA ou de qualquer outro país.

Apesar disso, Washington e vários países da UE continuaram insistindo que existem "hackers" russos que teriam interferido nas eleições de outros países. No entanto, eles não conseguiram apresentar prova nenhuma das suas acusações, mas sim impor medidas restritivas de todo tipo contra Rússia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала