Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Marinheiro tailandês é confundido com fantasma por ter sido 'cremado'

© Sputnik / Vitaly AnkovVista de Tailândia
Vista de Tailândia - Sputnik Brasil
Nos siga no
Um marinheiro tailandês, ao voltar para casa após seis meses navegando, foi confundido por seus familiares com um fantasma, já que em conformidade com seus documentos, o homem teria morrido e sido cremado em maio de 2017, comunicou nesta quarta-feira (20) o jornal Bangkok Post.

Fantasma (imagem ilustrativa) - Sputnik Brasil
'Fantasma' aparece em antiga mansão britânica (VÍDEO)
De acordo com a edição, Sakorn Sacheewa, ao voltar a seu povoado natal, causou verdadeiro pânico entre seus familiares e vizinhos, que pensavam ter recebido visita de um fantasma. Depois de tocarem no ente querido, eles entenderam que Sakorn Sacheewa não era fantasma.

Em 18 de maio de 2017, a polícia de Banguecoque notificou à família de Sacheewa sobre sua morte por conta de uma doença gastrointestinal. Depois de uns dias, os familiares chegaram à capital para levar o corpo do marinheiro de onde ele teria "morrido", e o cremaram em um templo situado perto de seu povoado. Juridicamente, o marinheiro foi tido como morto. 

Sakorn Sacheewa contou que, no início de sua viagem, outro marinheiro natural da Mianmar, roubou seu documento de identificação e fugiu do navio em um dos portos onde a embarcação parou. O homem explicou que, por estar em mar aberto, não pôde telefonar para seus familiares, já que, até o fim da viagem, a embarcação não parou em nenhum outro porto tailandês. 

Embarcação de madeira (imagem referencial) - Sputnik Brasil
É um sinal? 'Navio fantasma' norte-coreano chega ao litoral do Japão com cadáver a bordo
Sacheewa recebeu novo documento de identificação dois dias depois de ter sido roubado.

Contudo, apesar de ter recuperado seu documento, o homem enfrentará um processo longo para recuperar seu status de pessoa viva, comunica outra edição, The Nation.

Nesta quarta-feira (20), Sacheewa foi interrogado pela polícia que está tentando estabelecer a identidade do homem morto e cremado com seu nome. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала