Ambições nucleares: Arábia Saudita começa a explorar suas reservas de urânio

CC BY-SA 4.0 / B.alotaby / Riad, capital da Arábia Saudita
Riad, capital da Arábia Saudita - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Arábia Saudita iniciou a exploração de suas reservas de urânio e de tório, informou o portal de notícias sauditas Argaam.

Usina nuclear em Rostov na Rússia - Sputnik Brasil
Arábia Saudita ratifica acordo de cooperação nuclear com a Rússia
O ambicioso plano de exploração desses minérios radioativos em território nacional foi anunciado por Riad no final de outubro e faz parte do seu esforço para avançar para a "auto-suficiência" na produção de combustível nuclear.

As autoridades sauditas sustentam que o país planeja usar energia atômica apenas para fins pacíficos, para diversificar suas fontes de energia.

De acordo com declarações de Zahir Nawab, o chefe do Serviço Geológico Saudita (SGS), a exploração está sendo realizado na província de Ha'il, no norte do país, com a colaboração da Câmara Municipal de Energia Renovavel Rei Abdullah (KACARE) e especialistas da Corporação Nuclear Nacional da China (CNNC).

Riad avalia as reservas de urânio do país em 60 mil toneladas brutas. Além disso, o programa nuclear da Arábia Saudita visa atingir, até 2032, uma capacidade de produção de cerca de 17,6 GW, o equivalente aproximado ao funcionamento de 17 reatores.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала