Pyongyang negociará se EUA garantirem fim de exercícios militares na península da Coreia

© Sputnik / Ilia PitalevPyongyang, capital norte-coreana
Pyongyang, capital norte-coreana - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia se manifestou disposta a mediar nas negociações entre os Estados Unidos e Coreia do Norte.

Soldados sul-coreanos e norte-americanos durante exercícios conjuntos, Coreia do Sul (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Tillerson: EUA estão prontos para solução militar da crise na Coreia
Pyongyang negociará com Washington se receber garantias documentadas de segurança, disse nesta sexta-feira o primeiro vice-presidente da Comissão de Assuntos Externos do Conselho da Federação Russa, Vladimir Dzhabarov.

"A Coreia do Norte precisa de certas condições para iniciar negociações com os Estados Unidos. Washington deve inclusive renunciar aos exercícios militares nos arredores da península coreana", disse o parlamentar russo, acrescentando que Pyongyang exige "garantias escritas".

Na sexta-feira, o presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou estar interessado em ajuda da Rússia para lidar com a crise na península coreana. Dzhabarov comentou as declarações do líder americano e disse que seu país está disposto a "oferecer essa ajuda" e "atuar como mediador nas negociações para preservar a paz".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала