Irã nega fornecimento de mísseis ao Iêmen

Nos siga noTelegram
O Irã nega as acusações "destrutivas e provocadoras" dos EUA de que Teerã teria fornecido os mísseis que o Iêmen lançou contra a Arábia Saudita no início de novembro, indica a declaração do representante permanente do Irã na ONU.

Capital do Iêmen, Sanaa, foto de arquivo - Sputnik Brasil
Rússia suspende presença diplomática no Iêmen
"A representante dos EUA na ONU acusou hoje o governo do Irã se fornecer os mísseis lançados contra a Arábia Saudita em 4 de novembro, rejeitamos categoricamente essa acusação infundada, irresponsável, provocadora e destrutiva", diz-se no comunicado.

A embaixadora dos EUA na ONU, Nikki Haley, apresentou em Washington fragmentos de um míssil de produção iraniana supostamente lançado pelos houthis do Iêmen contra o aeroporto de Riad.

O Irã qualificou estas demonstrações de "fabricadas".

No dia 4 de novembro foi divulgado pela imprensa que a defesa aérea da Arábia Saudita havia inteceptado um míssil nos arredores de Riad. As autoridades destacaram que o míssil visava atingir o Aeroporto Internacional Rei Khalid.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала