Chances do Hamas de desencadear nova Intifada podem ser limitadas

© REUTERS / Mohammed SalemMembros das forças de segurança do Hamas
Membros das forças de segurança do Hamas - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Avaliar o potencial do Hamas de organizar nova Intifada contra Israel é difícil por enquanto, pois o movimento tem muitos problemas, opina o diretor do Centro do Oriente Médio e Próximo do Instituto de Estudos Estratégicos da Rússia, Vladimir Fitin.

Ismail Haniyeh, líder do Hamas, referiu-se à sexta-feira (8) como o "Dia da Ira" e começo da revolta em meio à decisão de Trump de reconhecer Jerusalém como capital de Israel.

Líder do Hamas, Ismail Haniyeh, durante discurso sobre decisão de Donald Trump de reconhecer Jerusalém como capital de Israel, na Faixa de Gaza - Sputnik Brasil
Líder do Hamas chama para nova Intifada após decisão de Trump sobre Jerusalém
"Não é difícil despertar a 'rua' árabe, pois sentimentos anti-israelenses são propagados desde a infância. [São criados] na atmosfera do ódio. Sobre isso Israel tem falado muitas vezes – nas negociações sobre a resolução é preciso deixar de incitar o ódio contra Israel e a propaganda da necessidade de liquidar o Estado. Mas, por enquanto, é difícil prever início de nova Intifada. A população palestina é explosiva; sem dúvidas, palestinos podem se enfurecer, mas quão ativo esse povo vai extravasar, veremos em breve", disse Fitin à Sputnik.

Ao mesmo tempo, notou o especialista, a oposição contra Israel sempre uniu movimentos palestinos.

A Rússia e ONU já várias vezes apelaram para a solução pacífica do conflito árabe-israelense, condenando a violência entra as nações.

A primeira Intifada (1987-1991) marcou a luta de palestinos contra a ocupação israelense dos territórios conquistados durante a Guerra dos Seis Dias de 1967.

Em 2000, começou a segunda Intifada, depois da visita do premiê de Israel, Ariel Sharon, e de seus aliados ao monte do Templo. Mais posteriormente, a segunda Intifada entrou em calmaria, mas o ambiente na zona do conflito entre Israel e Palestina ainda é instável.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала