Belém apaga luzes natalinas devido à postura dos EUA sobre Jerusalém

© REUTERS / Abdelrahman YounisÁrvore de Natal em Belém (foto de arquivo)
Árvore de Natal em Belém (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Palestinos apagaram as luzes da principal árvore de Natal em Belém, onde, de acordo com a história bíblica, nasceu Jesus Cristo, noticiou The Jerusalem Post.

Líder do Hamas, Ismail Haniyeh, durante discurso sobre decisão de Donald Trump de reconhecer Jerusalém como capital de Israel, na Faixa de Gaza - Sputnik Brasil
Líder do Hamas chama para nova Intifada após decisão de Trump sobre Jerusalém
Além disso, as luzes também foram apagadas na árvore de Natal em Ramallah, perto do sepultamento do ex-líder palestino, Yasser Arafat.

Segundo explicou o representante das autoridades locais, Fadi Gattas, trata-se de um ato de protesto contra a decisão do presidente norte-americano, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel.

Por enquanto, não se sabe se os palestinos voltarão ou não a acender as luzes até o Natal dos cristãos católicos, ou seja, em 24 de dezembro.

Anteriormente, o líder dos EUA afirmou que chegou a hora de reconhecer oficialmente Jerusalém como a capital de Israel.

Além do mais, Trump autorizou a transferência da embaixada norte-americana de Tel Aviv para Jerusalém. A declaração provocou protestos massivos entre palestinos. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала