Kim Jong-un pode anunciar cumprimento das metas nucleares no discurso de Ano Novo

© Sputnik / Ilia Pitalyev / Abrir o banco de imagensKim Jong-un, líder da Coreia do Norte, na cerimônia de inauguração do Museu da Vitória na Guerra da Coreia, Pyongyang
Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte, na cerimônia de inauguração do Museu da Vitória na Guerra da Coreia, Pyongyang - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O líder norte-coreano, Kim Jong-un, poderia vir a dar por cumpridas as metas do programa nuclear de seu país no discurso do Ano Novo, informou a agência Yonhap, citando uma funcionário de Seul.

Avião de combate dos EUA EA-18G Growler se prepara para aterrissar na base aérea norte-americana em Pyeongtaek, Coreia do Sul, 4 de dezembro de 2017 - Sputnik Brasil
Manobras de Washington e Seul podem resultar na surpresa das 2 guerras mundiais
Depois de lançar no final de novembro mais um míssil balístico intercontinental Hwasong-15, supostamente capaz de transportar uma ogiva nuclear de grande tamanho a qualquer ponto do território dos EUA, a Coreia do Norte declarou ter finalizado "a força nuclear do Estado".

Hwasong-15 foi o primeiro míssil lançado desde meados de setembro pela Coreia do Norte, que nos meses anteriores realizou uma quinzena de provas de projéteis balísticos, incluindo mísseis intercontinentais capazes de alcançar o território dos EUA, e o teste de uma bomba de hidrogênio para instalação em mísseis intercontinentais.

"Depois disso, Coreia do Norte pode revelar como levará a cabo a chamada política de 'byongjin'", disse o funcionário citado pela agência Yonhap se referindo à política do duplo impulso para desenvolvimento de armas nucleares e crescimento econômico.

O ministro da Unificação sul-coreano, Cho Myoung-gyon, constatou no final de novembro que a Coreia do Norte estaria avançando mais rápido do que previsto no desenvolvimento de seu programa nuclear e poderia alcançar seus objetivos no que vem.

Em julho, Moscou e Pequim propuseram moratória simultânea sobre o programa norte-coreano de mísseis e armas nucleares e os exercícios conjuntos de grande escala dos EUA e Coreia do Sul para avanço rumo à desnuclearização da península coreana; Washington decidiu repudiar a ideia, já Pyongyang preferiu não se pronunciar.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала