Indústria síria está sendo recuperada a ritmos acelerados, diz ministro

© Sputnik / Mikhail Voskresenskiy / Abrir o banco de imagensUma fábrica de cimento nos arredores da cidade síria de Tartus
Uma fábrica de cimento nos arredores da cidade síria de Tartus - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ministro da Indústria da Síria, Ahmed al-Hamu, contou em entrevista à Sputnik que, após serem libertadas dos terroristas, muitas empresas sírias voltaram a funcionar.

Ruínas do hospital apoiado pela ogranização Médicos Sem Fronteiras, destruído em 15 de fevereiro, província de Idlib, Maaret al-Nuuman, Síria - Sputnik Brasil
Após quase 7 anos de guerra civil, EUA planejam construir bunkers na Síria
Segundo o ministro, na província de Homs, a fábrica de produção de fertilizantes recomeçou o funcionamento após um intervalo de dois anos.

"Agora, produz diariamente 350 toneladas de superfosfato e se planeja aumentar a produção em 25%", disse ele à Sputnik Árabe.

Ahmed al-Hamu sublinhou que a fábrica voltou a funcionar no tempo certo, visto que a temporada de sementeiras começa precisamente agora. O volume de produção da fábrica será aumentado já neste mês, segundo o ministro.

O ministro sírio acrescentou que só foi possível recomeçar a produção após o abastecimento com matérias-primas e que, para isso, foi estabelecida a coordenação entre empresas de setores semelhantes.

Combatentes das Forças Democráticas da Síria com armas nas mãos perto de veículos militares em Raqqa, Síria - Sputnik Brasil
Entenda os resultados alcançados até agora nas negociações sírias em Genebra
Ahmed al-Hamu também destacou o trabalho dos funcionários da fábrica, que voltaram ao trabalho apesar de várias dificuldades.

No início de novembro, o exército sírio estabeleceu o controle sobre Deir ez-Zor, cidade que tem importância estratégica porque está situada no cruzamento das estradas que ligam a parte oriental com o centro e oeste do país.

Atualmente, o exército sírio continua combatendo contra os terroristas restantes do Daesh na fronteira com o Iraque.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала