Na Suécia, presidente da França escapa de javali (FOTOS)

Nos siga noTelegram
Segurança foi reforçada durante a recente cúpula da UE na cidade sueca de Gotemburgo, resultando no descontentamento dos suecos devido ao trânsito desconfortável. Uma das estradas foi completamente fechada, exceto para o líder francês Emmanuel Macron... e para um javali.

Um javali selvagem se atreveu a desafiar as leis de segurança arquitetadas para a cúpula da União Europeia, realizada na cidade de Gotemburgo de 15 a 17 de novembro, ao se aproximar do presidente francês, Emmanuel Macron, enquanto ele seguia em direção à cidade, comunicou a emissora sueca SVT, referindo-se a fotos tiradas por policiais da façanha do animal.

O intruso, erroneamente identificado como um alce, na verdade era um javali. Sua verdadeira identidade foi revelada graças a fotos de helicóptero. O javali atravessou a estrada, percorrendo centenas de metros no meio da estrada ao encontro do cortejo de Macron.

​Antes da cúpula da UE, várias estradas foram fechadas, causando trânsito, em particular na rodovia 40º ao aeroporto de Gotemburgo-Landvetter. A rota, utilizada pelas delegações estrangeiras, estava sendo vigiada pela polícia.

Presidente francês, Emmanuel Macron, com seu cachorro Nemo no Palácio do Eliseu, Paris, 30 de agosto de 2017 - Sputnik Brasil
Cachorro de Macron interrompe reunião no Palácio do Eliseu ao fazer xixi (VÍDEO)
Embora muitos moradores locais tenham expressado sua indignação às medidas rigorosas de segurança, que resultaram em atrasos e outros problemas, não foi reportado nenhum incidente durante a cúpula da UE.

Entretanto, a invasão de javalis selvagens se tornou um problema crescente para os agricultores suecos, que chegam a perder até 7% de suas colheitas por conta do número crescente de porcos bravos. Somente em 2015, as perdas de agricultores suecos devido à invasão de javalis somaram 1,56 bilhão de coroas suecas (R$ 618 milhões), informou a Universidade de Ciências Agrícolas sueca (SLU).

​Depois de sua extinção no século XVII, javalis foram reintroduzidos e a partir da década de 1970 o número de espécimes cresceu significativamente. Hoje em dia, a população de porcos bravos selvagens da Suécia corresponde a 300 mil animais.

A população mais densa se encontra no sul da Suécia. Os javalis são criaturas tímidas e raramente são vistos à luz do dia. O melhor tempo para vê-los, é crepúsculo e amanhecer.

​De acordo com a Agência de Proteção Ambiental sueca, o problema não é justamente o número crescente de javalis, mas, sim, sua alta concentração em algumas partes do país.

No ano passado, javalis superaram os alces como o troféu mais popular para caçadores suecos. Em 2016, mais de 100 mil porcos bravos foram mortos, em comparação com 80.000 alces, assinalou o especialista, Christer Petterson, da Agência de Proteção Ambiental, em entrevista à edição Gotebogs-Posten.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала