Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Dez universidades russas estão na lista das 50 melhores dos BRICS

© Sputnik / Maxim Blinov / Abrir o banco de imagensLomonosov Moscow State University.
Lomonosov Moscow State University. - Sputnik Brasil
Nos siga no
A principal universidade russa, a Universidade Estatal de Moscou (MSU), ficou em quinto lugar.

Dez instituições educacionais superiores russas estão entre as 50 maiores universidades do BRICS 2018, mostrando o melhor desempenho ao longo da história do ranking. A análise é publicada anualmente pela empresa britânica QS.

Universidade Estatal de Moscou Lomonosov - Sputnik Brasil
Universidade Lomonosov entra no Top 10 de BRICS junto com USP brasileira
Os critérios de avaliação incluíram os chamados "índices de eficácia" apresentados pelas universidades nos cinco países em rápido desenvolvimento, nomeadamente a reputação acadêmica, proporção aluno-professor, a quantidade de pesquisa feita por professores, bem como o número de estudantes estrangeiros que frequentam as aulas.

O ranking deste ano elenca as 300 melhores universidades dos BRICS, 68 delas russas.

O principal estabelecimento de ensino do país, a Universidade Estatal de Moscou (MSU), voltou ao top 5, depois de perder sua posição no ano passado e cair para o 7º lugar.

Reitoria da USP - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
USP sobe em ranking internacional
Também foram rankeadas as universidades estaduais de Novosibirsk (11ª), São Petersburgo (13ª) e Tomsk(26ª). O Instituto de Física e Tecnologia de Moscou subiu 28º lugar, quase vinte pontos acima do ranking do ano passado. O top 50 apresentou pela primeira vez a Escola Superior de Economia, que saltou do 62º para o 39º lugar, enquanto a Universidade Politécnica de Tomsk ficou na 49ª posição.

"Nenhum outro país pode se orgulhar de tão tremendo progresso. Este é um indicador de que as instituições russas avançam dramaticamente em seu desempenho, deixando seus rivais longe para trás", disseram os organizadores no comunicado oficial.

A Universidade chinesa de Tsinghua gozou das mais altas notas da classificação por cinco anos consecutivos, seguido de perto pela Universidade de Pequim, Universidade Fudan e Universidade de Ciência e Tecnologia da China.

No Brasil, a melhor classificada é a Unicamp, no 12º lugar, ultrapassando a USP que caiu da 10ª para a 13ª posição. Apenas 16 universidades brasileiras figuram na lista, sendo quatro delas (UFRJ e Unesp, além das anteriormente mencionadas) no top 50. A lista completa pode ser acessada no site da QS World University Ranking.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала