Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Múmias, monstros e até 'alienígenas': os achados arqueológicos mais macabros da história

© Sputnik / Maria RogovayaUma múmia
Uma múmia - Sputnik Brasil
Nos siga no
Realizar escavações arqueológicas pode tirar o sono durante um longo período de tempo. A razão para isso é que as entranhas do nosso planeta "conservam" não só patrimônio histórico, mas também objetos terríveis.

Tais objetos estiveram sob os nossos pés durante séculos, e mesmo milênios, antes de terem sido descobertos.

A múmia que grita

Em 1881, o arqueólogo alemão Emile Brugsch, junto com seus colegas, exumou uma múmia não identificada em Deir el-Bahari, Egito. O seu rosto petrificado no grito impressionou os egiptólogos.

​De acordo com eles, a pessoa descoberta foi assassinada de uma maneira violenta, ela pode ter sido vítima de envenenamento.

O vampire de Veneza

Esta descoberta incomum ainda hoje provoca polêmica. Em 2005, uma mulher com um tijolo preso na boca era encontrada na ilha de Lazzaretto Nuovo, Veneza.

​Seu corpo estava entre outras vítimas da peste nas valas comuns.

Vikings decapitados

Sapatos e roupa em uma geleira nos Alpes suíços, onde foram encontrados dois corpos - Sputnik Brasil
Achados assustadores: gelo derretido revela cada vez mais corpos humanos nos Alpes suíços
No condado inglês de Dorset, em Weymouth, os arqueólogos encontraram 51 cadáveres de homens jovens de cerca de 20 anos. De acordo com eles, tratava-se de vikings que tinham sido decapitados pelos saxões, seus inimigos jurados.

Os pesquisadores estimam que os saxões tivessem assassinado os vikings com machados e espadas de maneira muito violenta.

O 'humanoide de Atacama'

Um esqueleto de um "humanoide" foi descoberto no deserto de Atacama, Chile, em 2003. Foi por isso que ele recebeu o apelido de "humanoide de Atacama" ou simplesmente "Ata".

Ele mede 15 centímetros de comprimento e seu crânio tem uma forma muito estranha. Então, aqueles que acreditam na vida extraterrestre sugeriram que seria um alienígena.

Contudo, os cientistas levantam a hipótese de que Ata seja um embrião mumificado. Em 2012, análises genéticas realizadas pela Universidade de Stanford mostraram que ele era um ser humano.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала