Chanceleres de Coreia do Norte e Cuba encontram-se e mandam recado para os EUA

© AP Photo / Bullit MarquezChanceler norte-coreano Ri Yong-ho
Chanceler norte-coreano Ri Yong-ho - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodriguez, recebeu em Havana nesta quarta-feira (22) seu homólogo norte-coreano, Ri Yong Ho, e falou sobre as ameaças militares feitas pelos Estados Unidos contra Pyongyang.

"Aproveitamos esta oportunidade para reiterar a nossa reivindicação da soberania e da independência dos Estados, da livre determinação dos povos, da não utilização e da ameaça do uso da força, da solução pacífica das controvérsias, do direito de estabelecer um modelo econômico e político próprio e da não interferência nos assuntos internos", disse Rodriguez.

Região russa comemora aniversário de libertação dos nazistas - Sputnik Brasil
Parlamentares russos consideram instalar base militar em Cuba para conter EUA
Desde que assumiu o cargo, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tem aumentado a pressão contra Cuba e Coreia do Norte, impondo restrições a ambos. Contra a Coreia do Norte, entretanto, Trump não hesita em utilizar um tom bélico. 

Nesta semana, a Casa Branca decidiu incluir a Coreia do Norte na lista de países patrocinadores do terrorismo.

O chanceler norte-coreano afirmou que a tensão na península da Coreia está aumentando pelo "uso crescente das forças militares imperialistas", afirmou que Washington tem uma política hostil e chantagista e que o diálogo, nas atuais condições, não é possível.

"Estamos construindo o socialismo sob pressão e o bloqueio cruel dos imperialistas", disse Ri Yong Ho.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала