Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Ministro britânico pressionou governo do Brasil em favor de gigantes petroleiras

© Geraldo Falcão/Agência Petrobras/Fotos PúblicasPlataformas no pré-sal da Bacia de Campos vêm aumentando produção
Plataformas no pré-sal da Bacia de Campos vêm aumentando produção - Sputnik Brasil
Nos siga no
O ministro do Comércio do Reino Unido, Greg Hands se encontrou com o vice-ministro brasileiro de Minas e Energia, Paulo Pedrosa com o objetivo de fazer o governo brasileiro aliviar tributações e regulação ambiental em favor da Shell, British Petroleum e Premier Oil. Conseguiu.

O relato do encontro consta em telegramas obtidos pelo Greenpeace e reproduzidos com exclusividade pelo The Guardian. De acordo com o jornal britânico, Hands viajou ao Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte em uma visita para ajudar empresas britânicas de energia, mineração e água a fazer negócios no Brasil.

Michel Temer, presidente do Brasil - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Temer comemora resultado do pré-sal: 'O Brasil voltou!' (VÍDEO)
A Pedrosa, Hands expressou preocupação em torno das regulações de licenças ambientais no Brasil. Ouviu do vice-ministro que este pressionaria colegas no governo em torno das medidas propostas pelas petrolíferas.

Embora o governo do Reino Unido tenha negado a prática de lobby para enfraquecer o regime de licenciamento ambiental brasileiro, as negociações se provaram exitosas. Em agosto, o Brasil propôs redução tributária de bilhões de dólares para perfuração marítima. Dois meses depois, BP e Shell ganharam a maior parte das licenças no leilão do pré-sal brasileiro.

O Greenpeace acusou o Departamento de Comércio Internacional (DIT na sigla em inglês) de agir como um "braço de pressão da indústria de combustíveis fósseis". A negociação acontece em um momento em que o governo conservador da primeira-ministra Theresa May advoga pela implantação do Acordo de Paris e critica o governo do presidente americano, Donald Trump, pelo desprezo a questões ligadas a mudanças climáticas.

Michel Temer se encontra com o CEO da Royal Dutch Shell, Ben van Beurden - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Com pré-sal em jogo, CEO da Shell agradece a Temer pela 'parceria' do Brasil
Em nota ao The Guardian, o DIT se defendeu, dizendo que não praticou lobby.

"Não é verdade que nossos ministros praticaram lobby para afrouxar as restrições ambientais no Brasil — [o tema da] reunião foi sobre melhorar o processo de licenciamento ambiental, garantindo condições equitativas para as empresas nacionais e estrangeiras e, em particular, ajudando a acelerar o licenciamento e torná-lo mais transparente, o que, por sua vez, protegerá os padrões ambientais", diz o comunicado.

No leilão do pré-sal, a Shell levou duas áreas de exploração como operadora e uma como participante e se tornou a segunda maior produtora do Brasil, após comprar a gigante BG. Já a BP venceu como participante em duas áreas, ambas lideradas pela Petrobras, e se disse "ansiosa por avançar em um ritmo rápido" de acordo com declaração do chefe global da área de produção e exploração da empresa, Bernard Looney, citado pela Época.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала