Lapso intrigante: Pentágono retweeta por acaso apelo à renúncia de Trump

© REUTERS / Joshua RobertsPresidente dos Estados Unidos, Donald Trump
Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Na quinta-feira (16), o Departamento de Defesa dos Estados Unidos retweetou na sua página um apelo à renúncia do presidente estadunidense Donald Trump, afirmando depois que o fez por acaso.

A conta oficial do Pentágono retweetou a postagem do usuário @proudresister que pediu a renúncia do presidente Trump, assim como o senador Al Franken e o candidato ao senado Roy Moore, acusados de assédio sexual. Algumas mulheres fizeram acusações semelhantes em relação a Donald Trump durante sua campanha eleitoral.

"A decisão é simples. Donald Trump: demita-se da presidência. […] GOP [Partido republicano]: pare de tratar abusos sexuais como assuntos do partido. É um crime, assim como sua hipocrisia", diz-se na postagem retweetada pelo Pentágono, cujo Twitter tem 5,3 milhões de seguidores.

A postagem foi deletada em seguida. O porta-voz do Pentágono, Dana White, comentou que foi um erro casual, sublinhando que o Pentágono não aprovaria o conteúdo retweetado.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала