Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Coreia do Norte é uma grande ameaça para a China, diz Trump após viagem à Ásia

© REUTERS / Carlos BarriaPresidente dos EUA Donald Trump saúda seu homólogo chinês Xi Jinping em Mar-a-Lago, no estado da Flórida, em 6 de abril 2017
Presidente dos EUA Donald Trump saúda seu homólogo chinês Xi Jinping em Mar-a-Lago, no estado da Flórida, em 6 de abril 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, alertou nesta quarta-feira a Coreia do Norte que o mundo não tolerará o que ele chamou de "chantagem nuclear", e prometeu uma campanha internacional de "pressão máxima" sobre Pyongyang, inclusive pela China.

"Deixei claro que não vamos permitir que essa ditadura distorcida mantenha o mundo refém da chantagem nuclear", disse Trump em uma declaração televisionada um dia depois de retornar de sua viagem de maratona para a Ásia.

Trump disse que o líder chinês Xi Jinping prometeu usar a alavancagem econômica de Pequim sobre Pyongyang para alcançar a desnuclearização no Norte.

"O presidente Xi reconhece que a Coreia do Norte é uma grande ameaça para a China", contou o líder dos EUA.

Além da China, Trump exortou todos os países, incluindo a Rússia, a unirem esforços para desnuclearizar a Coreia do Norte.

Lançamento do míssil Hwasong-12, 15 de setembro, 2017 - Sputnik Brasil
Ouviu, Trump? EUA não podem iniciar guerra com Coreia do Norte sem o aval de Seul

"Liguei para que todas as nações, incluindo a China e a Rússia, se unissem contra o isolamento do regime norte-coreano, cortando todos os laços comerciais até que o país interrompa sua perigosa provocação", disse Trump.

"Nós temos que desnuclearizar a Coreia do Norte", continuou.

As declarações de Trump acontecem depois de quase duas semanas de viagem para a Ásia.

A situação na Península da Coreia ficou mais tensa nos últimos meses, depois que Pyongyang realizou diversos testes de mísseis balísticos e nucleares em violação das resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

Em setembro, o conselho adotou sua resolução mais dura contra a Coreia do Norte, restringindo as exportações de petróleo, bem como o acesso do país aos líquidos de gás e proibindo a importação de produtos têxteis da nação asiática.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала