Erdogan pede que Rússia e EUA retirem tropas da Síria

© REUTERS / Umit BektasRecep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia
Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, pediu nesta segunda-feira (13) que a Rússia e os EUA retirem suas tropas da Síria e se concentrarem em uma solução política para a crise.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o seu homólogo norte-americano, Vladimir Putin, Donald Trump, aprovaram uma declaração conjunta sobre a Síria à margem da cúpula da APEC. De acordo com o documento, acordado pelo ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, e pelo secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, Putin e Trump confirmaram que Moscou e Washington continuarão seus esforços conjuntos para combater o grupo terrorista Daesh (Estado islâmico) até sua completa derrota.

Um soldado turco no veículo militar blindado patrulha a beira entre a Turquia e a Síria, perto da vila de Besarslan do sudeste, na província de Hatay, Turquia, 1 de novembro de 2016 - Sputnik Brasil
Erdogan: Turquia propõe à Rússia plano de ação conjunto sobre cidade síria de Afrin
"Diz-se que a crise não será resolvida pela via militar. Então, que eles retirem seus militares e a solução da crise seja política. Vamos buscar juntos um caminho para as eleições lá", disse Erdogan.

O presidente turco acrescentou que a Turquia se opôs à entrada das tropas dos EUA no Iraque em 2003. 

Erdogan chegou à Rússia na manhã deste segunda-feira. O presidente turco terá conversações com o líder da Rússia, Vladimir Putin, durante a sua visita à cidade russa de Sochi. Espera-se que Putin e Erdogan troquem opiniões sobre a situação atual na região e outras questões internacionais, incluindo a luta conjunta contra o terrorismo e a regulação da crise síria.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала